Conectando o Amazonas

Sul-coreano Kim Jong Yang é eleito novo presidente da Interpol

O sul-coreano Kim Jong Yang foi eleito nesta quarta-feira (21) novo presidente da Interpol, durante assembleia geral da organização de polícia internacional, realizada em Dubai.

Kim, candidato apoiado pelos Estados Unidos (EUA), sucederá no cargo o chinês Meng Hongwei, que foi presidente da Interpol até ter sido detido no final de setembro pelas autoridades de Pequim.

O coreano, que terá um mandato de dois anos, venceu o candidato russo Alexander Prokopchuk, cuja candidatura gerou críticas por parte dos EUA e de países como Ucrânia e Lituânia, que temiam uma possível politização da Interpol.

O cargo de presidente da Interpol tem poucas atribuições, que se limitam a liderar as sessões da assembleia geral e do Comitê Executivo, enquanto as funções executivas da organização recaem no secretário-geral.

O presidente anterior, Meng, foi dado como desaparecido no dia 25 de setembro, após embarcar em um avião rumo à China e, depois de vários dias de silêncio, a Comissão Nacional de Supervisão chinesa (o órgão anticorrupção) confirmou sua detenção.

Em 7 de outubro, a Interpol recebeu a carta de renúncia do seu até então presidente e uma comunicação de Pequim, informando que Meng não continuaria sendo o delegado da China no organismo.

A Interpol conclui hoje em Dubai sua 87ª Assembleia Geral, que, além de escolher o substituto de Meng, tem o propósito de adaptar a organização aos novos tempos para melhorar a cooperação policial na era do crime eletrônico.

Na assembleia também foi eleito como vice-presidente para a América o chefe da Polícia Federal da Argentina, Néstor Roncaglia, para um mandato de três anos.

O sul-coreano Kim Jong Yang foi eleito nesta quarta-feira (21) novo presidente da Interpol, durante assembleia geral da organização de polícia internacional, realizada em Dubai.

Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes