Conectando o Amazonas

Empresário Frank Souza é reeleito presidente do Sinduscon-AM

O engenheiro civil e empresário Frank Souza foi reeleito presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon-AM), por aclamação. O também engenheiro civil Robério Arruda será o vice-presidente da entidade. A chapa, que vai dirigir o sindicato no quadriênio 2019/2022, busca o fortalecimento do setor da construção no Estado, por meio do incentivo à geração de emprego, reaquecimento do mercado imobiliário e melhoria da infraestrutura, saneamento e obras públicas. O processo eleitoral será finalizado nesta quarta-feira (12), com o registro do resultado em cartório. 

De acordo com Souza, o Sinduscon-AM vai dar continuidade aos trabalhos que realiza, entre eles, a divulgação do Censo Trimestral do Mercado Imobiliário, com dados que norteiam os empresários do setor e os consumidores. "Hoje, de acordo com o que as últimas pesquisas do mercado imobiliário apontam, o econômico é o principal produto que está sendo lançado e tem crescido, através do Programa Minha Casa Minha Vida do governo federal: 2018 foi maior que 2017 e 2017 maior que 2016", explicou.

O empresário afirmou que o sindicato vai defender redução de custas cartoriais ao setor e o uso de recursos da poupança e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para financiamento de imóveis. "Temos uma das custas cartoriais mais caras do Brasil. Sobre o uso do FGTS, esperamos que os bancos, principalmente a Caixa Econômica, que é o que mais financia, tenham juros que se adéquem ao mercado, que viabilizem crédito tanto ao setor da construção imobiliário e obras públicas, como ao interessado em imóvel", ressaltou.

Conforme o empresário, o sindicato vai buscar cada vez mais aproximação com o poder público. "Vai fomentar recursos, principalmente, verbas federais, para obras públicas no Estado; fomentar, perante o município e o Estado verbas para habitação; fomentar Parcerias Público-Privadas e Concessões (PPPs), uma vez que muitas vezes o Estado e os municípios não têm verbas para executar suas obras", disse.

Uma das frentes de atuação da entidade será na área de infraestrutura, com a execução de obras públicas. "O setor da construção sofre com a questão de pagamentos, pois nem sempre os prazos contratados são cumpridos, inviabilizando muitas vezes a execução e afastamento das pequenas e médias empresas por não conseguirem recursos financeiros que honrem o pagamento que está atrasado. Também esperamos que os preços praticados nas tabelas atendam a todos os municípios, porque os valores nem sempre contemplam as obras no interior face à difícil logística e distância em alguns municípios", explicou.

Ainda segundo o presidente, o Sinduscon-AM também vai atuar na redução da burocracia, especialmente na aprovação de licenciamentos ambientais, e na promoção da segurança jurídica. "Hoje, devido à insegurança nas aprovações de projetos e às limitações impostas por leis estaduais, municipais e principalmente federais, o gestor público fica com receio de aprovar ou licenciar a obra. Temos que atuar na melhoria destas regulamentações para maior clareza e decisão dos gestores. Junto com a CBIC, que é a Câmara Brasileira da Indústria da Construção, vamos atuar fortemente junto aos nossos parlamentares, para promover segurança jurídica”, disse.

O sindicato, que ajudou a implantar o Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Manaus (CODESE Manaus), também vai continuar contribuindo com as ações de planejamento de longo prazo para as cidades do Amazonas, principalmente para a capital. "Esperamos que tanto o município quanto o governo estadual tenham um planejamento de longo prazo bem definido. Entendemos que, sem esse planejamento e previsibilidade fica muito difícil investir", afirmou.

Processo eleitoral

O registro, em cartório, que finaliza o processo eleitoral, será feito nesta quarta-feira. A chapa liderada por Souza foi a única inscrita para concorrer à eleição. Na segunda-feira (10), o presidente e o vice-presidente assinaram o termo de posse. No dia 6 de novembro, houve a aclamação do grupo, com a presença do diretor de Relações do Trabalho da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Jonas Martins Neves, que foi membro do comitê de eleição.

No dia 29 de novembro, foi eleito o Conselho Fiscal da entidade, que será composto por: Alexandre Chamy (1º conselheiro fiscal), Rogério Dantas (2º conselheiro fiscal) e Rogério de Franco Sá (3º conselheiro fiscal).

Com a finalização do processo eleitoral, o sindicato passa a contar com os seguintes diretores: diretor financeiro, Manuel Zumaeta; diretores-executivos, Marco Bolognese, Manoel Gomes, Zacarias Bichara Neto e Tatsuro Ijichi.

O Sinduscon-AM completou 39 anos em 25 de junho deste ano. A entidade surgiu a partir da Associação Profissional das Indústrias da Construção Civil de Manaus, que foi registrada no dia 4 de outubro de 1978. Em 25 de junho 1979, o Ministério do Trabalho reconheceu a instituição como sindicato. Nacionalmente, a entidade é filiada à Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e, localmente, à Fieam.

Currículo

Frank do Carmo Souza é engenheiro civil formado pela Universidade Gama Filho (RJ). Possui pós-graduação, entre outras áreas, em Mercado de Capitais pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Desde 2016, preside o Sinduscon-AM, entidade da qual foi vice-presidente de 2010 a 2015. No sindicato, também já ocupou o cargo de presidente da Comissão da Indústria da Construção (CII), de 2004 a 2009.

Souza também é dos vice-presidentes da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), além de diretor na Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) e na Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (FCDL). Já presidiu o Serviço Social da Indústria da Construção Civil (Seconci Manaus), braço social do Sinduscon-AM, de 2013 a 2015.

É sócio-presidente da empresa Fechacom Comércio de Fechaduras Ltda., desde 1992. Foi sócio-cotista da Casa dos lustres, de 1982-1992. Foi, ainda, sócio-cotista e diretor-técnico da empresa Platinum Construções Ltda., de 2000 a 2011.

Em sua trajetória, construiu diversos empreendimentos imobiliários em Manaus (AM), Boa Vista (RR), Porto Velho (RO) e Rio Branco (AC).



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes