Conectando o Amazonas

Governo do Estado revitaliza quase 200 quilômetros da malha viária de Manaus

Marcos Rotta destacou a iniciativa do governador Amazonino Mendes, que conseguiu levar serviços a áreas de infraestrutura zero e outras que há dez, 20 e 30 anos precisavam de melhorias

Por intermédio do projeto de revitalização da malha viária de Manaus, já concluído, o Governo Amazonino Mendes, por meio da Secretaria de Estado da Região Metropolitana de Manaus (SRMM), recuperou quase 200 quilômetros de vias em 69 localidades da capital amazonense (bairros, comunidades e conjuntos habitacionais), com a utilização de mais de 131,6 mil toneladas de asfalto. O investimento foi de, aproximadamente, R$ 150 milhões.

O balanço do projeto foi divulgado pelo secretário da SRMM, Marcos Rotta, na manhã desta quinta-feira (13/12), durante coletiva de imprensa, na sede do órgão, que ainda contou com a presença dos secretários de Estado de Infraestrutura (Seinfra) e de Comunicação (Secom), Oswaldo Said e Paulo Castro, e do secretário executivo da SRMM, Elanio Gouvea.

Por determinação do governador Amazonino Mendes, os trabalhos contemplaram áreas que há mais de uma década não recebiam revitalização, beneficiando moradores das zonas norte, sul, leste, oeste e centro-oeste da capital.

Para a execução do projeto, o Governo gerou mais de três mil empregos, diretos e indiretos. “Determinei que fosse feito um trabalho consistente, duradouro, principalmente em locais que foram esquecidos ao longo do tempo e que agora receberam asfalto, meio-fio e sarjeta. É um trabalho que ajuda muito a cidade e que nos deixa feliz”, afirmou o governador Amazonino Mendes, ao destacar que, assim como Manaus, a maioria dos municípios do interior também recebeu obras de recuperação do sistema viário, totalizando outros R$ 410 milhões em investimentos.

Na avaliação do secretário da SRMM, Marcos Rotta, há de se destacar a iniciativa do governador Amazonino Mendes, que conseguiu levar serviços a áreas cuja infraestrutura era zero e outras que há dez, 20 e 30 anos clamavam por melhorias. “Como vice-prefeito, tenho consciência e o dever de justiça em reconhecer que o auxílio do governo do Estado, diante do investimento inédito de quase R$ 150 milhões no projeto de recuperação das vias de Manaus, foi primordial. Tenho, ainda, a humildade e a grandeza de reconhecer que, se tivemos um grande avanço na infraestrutura da cidade, com resultados tão expressivos, só foi possível graças ao empenho e ao esforço pessoal do governador Amazonino Mendes”, destacou Rotta.

Para dar celeridade aos trabalhos em Manaus, as equipes atuaram em três turnos e, às vezes, até de madrugada. De acordo com a SRMM, foram utilizados 214 equipamentos, entre máquinas de alta tecnologia, tudo para garantir a qualidade e a melhor durabilidade dos serviços de tapa-buraco, meio-fio, terraplanagem, drenagem e recapeamento.

Projeto superou expectativas

O projeto básico contemplava a atuação de 35 frentes de obra. “Mas fomos além, ampliando em cinco vezes a expectativa inicial. Otimizamos e aumentamos as equipes de trabalho, intensificamos as operações noturnas e também da madrugada. Realizamos um trabalho harmonioso e em conjunto com as empresas terceirizadas, o que nos garantiu alcançarmos um resultado expressivo”, afirmou o secretário Marcos Rotta.

O secretário ressaltou que os serviços chegaram a lugares onde a população estava desacreditada, a exemplo do bairro Novo Aleixo e do loteamento Rio Piorini, na zona norte, onde a falta de pavimentação isolou durante anos os moradores, que sentiram na pele as dificuldades de morar em uma rua de terra. “Áreas da cidade que estavam abandonadas foram dotadas de infraestrutura. Como as ruas Polivalente, no Japiim, e Peixe Cavalo, no Grande Vitória, que há 30 anos só recebiam serviços de tapa-buracos. Foram totalmente recapeadas, a exemplo do que ocorreu com a rua Nossa Senhora de Fátima, no bairro São Jorge, que há décadas necessitava de uma revitalização. Nos bairros Novo Aleixo e Rio Piorini, partimos do zero, com a construção de vias, desde a terraplanagem, passando pelo asfaltamento, drenagem, meio-fio e sarjeta”, detalhou o secretário.

Segundo o secretário, ao final do projeto, são quase 200 quilômetros de malha viária recuperada. A maior parte das ações foi executada com concreto asfáltico, além de drenagem profunda, meio-fio, sarjeta e tapa-buracos. “Temos consciência de que o resultado superou as expectativas, foi além do esperado inicialmente e reconhecemos que, mesmo diante de tudo que foi feito, ainda temos muito a fazer pela cidade de Manaus”, finalizou Rotta.


Foto: Alexandre Fonseca/SRMM


Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes