Conectando o Amazonas

I Amazon Hackfest premiará melhores aplicativos desenvolvidos para o combate à corrupção

Os vencedores do I Amazon HackFest serão anunciados no próximo dia 10 de dezembro de 2018, em cerimônia realizada no auditório Carlos Alberto Bandeira de Araújo, sede do Ministério Público do Estado do Amazonas, às 10h. Dos 11 projetos selecionados na primeira fase, quatro foram concluídos e já estão disponíveis para avaliação pela Comissão Julgadora do certame. No dia 10, serão anunciados os vencedores, com disponibilização dos aplicativos ao público, entrega dos prêmios e láurea às equipes e instituições participantes.

“Consideramos a realização do I Amazon HackFest extremamente positiva não só pela grande repercussão social, mas também pela mobilização social que deve promover. Muitas pessoas presentes à I Feira do Polo Digital de Manaus se referiam ao HackFest como um evento de bastante sucesso e, inclusive, soubemos que a Samsung Ocean, da Universidade do Estado do Amazonas, adotou a metodologia do HackFest, e isso é motivo de muita alegria para todos nós”, destacou o Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Administrativos, Procurador de Justiça Mauro Veras.

A maratona de programação teve início em outubro, com três dias de programação aberta ao público e aos inscritos, com o objetivo de estimular a participação social e o combate à corrupção, por meio de aplicativos eletrônicos desenvolvidos especialmente para isso. Os projetos foram idealizados e desenvolvidos por equipes formadas por estudantes e profissionais de Tecnologia da Informação, além de profissionais de Direito, Administração, Gestão Pública, Design, Contabilidade, Arte/Mídia, etc.

A Comissão Julgadora, composta por Membros do MP-AM, Universidade do Estado do Amazonas, Samsung Ocean, Tribunal de Contas do Estado e outras, tem até o dia 7 de dezembro para analisar as funcionalidades dos aplicativos desenvolvidos. No dia 10 de dezembro – na Semana de Combate à Corrupção – o MP-AM vai apresentar e disponibilizar esses aplicativos para a sociedade.

“Então, qualquer cidadão que queira atuar no controle social vai poder fazer uma fiscalização mais elaborada, mais efetiva, da gestão dos recursos públicos, vai poder acompanhar on line o que está sendo feito ou não. E isso é muito importante, extremamente honroso para o MP-AM e para todas as entidades diretamente ou indiretamente envolvidas na realização do I Amazon HackFest”, destacou o Subprocurador para Assuntos Administrativos, Mauro Veras.

O evento foi idealizado pela coordenação do Centro de Apoio Operacional de Inteligência, Investigação e Combate ao Crime Organizado (CAO-Crimo) e Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), inspirado na experiência do Ministério Público da Paraíba. Na cerimônia de premiação, os maratonistas selecionados vão apresentar os seus aplicativos em pitchs de três minutos.

Os quatro aplicativos desenvolvidos no I Amazon HackFest são “Propina No More”, “Monitora Aí”, “Guardião Verde” e “Promessometro”.

Propina No More

O Propina No More é focado no registro de denúncias de cobrança de propina relacionada a compras governamentais no Estado do Amazonas. O diferencial dessa plataforma é a garantia do anonimato dos denunciantes, sem a exigência do fornecimento de dados pessoais, desde que sejam enviadas provas, tais como fotos, áudios ou vídeos que comprovem a denúncia. Uma vez realizada a denúncia no site, as autoridades competentes são sinalizadas via e-mail.

Guardião verde

O Guardião Verde foi criado com o intuito de apresentar à população, de forma descomplicada e simples, informações a respeito de compensações ambientais geradas por licenciamentos ambientais no estado do Amazonas, visando a transparência de dados e colaborando com o controle e conscientização social quanto ao dinheiro e ações públicas realizadas nesse âmbito.

Monitora Aí

O Monitora Aí foi criado com o objetivo de fiscalizar os serviços de transporte coletivo de passageiros em Manaus.

Promessômetro

O Promessômetro foi desenvolvido com o objetivo de acompanhar a fiscalizar a atuação dos candidatos eleitos, a fim de verificar o cumprimento ou não das promessas feitas em campanha.


Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes