Conectando o Amazonas

Carlos Almeida solicitará afastamento de médico à empresa ao qual é cooperado

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde informou que não está de acordo com a conduta do médico que agrediu uma grávida, dentro de maternidade. Ainda segundo a nota, o vídeo que foi divulgado hoje, terça-feira (19), foi gravado provavelmente em junho de 2018. A Susam informa ainda que o vice-governador e secretário de estado de Saúde, Carlos Almeida pedirá o afastamento do 'profissional'.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) informa que o fato divulgado no vídeo que circula nas redes sociais e na imprensa é de 2018, ocorreu há nove meses na maternidade Balbina Mestrinho e que tomou conhecimento hoje por meio das redes sociais. Não há qualquer registro na maternidade ou na Ouvidoria à época de denúncia.

A Susam não está de acordo com o tipo de conduta praticada pelo médico. Por este motivo, o vice-governador e secretário de estado de Saúde, Carlos Almeida, irá solicitar à direção do Instituto de Ginecologia e Obstetrícia do Amazonas (Igoam), empresa ao qual o profissional é cooperado, o seu afastamento. E também reiterar pedido de providências ao Conselho Regional de Medicina (CRM).

Já tramita na secretaria um processo administrativo para apurar outra denúncia de negligência contra o médico.






Postar um comentário

TV Caprichoso - Ensaio Show 20 Anos de Troup

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes