Conectando o Amazonas

Confronto entre Exército e jihadistas deixa mortos nas Filipinas

Um confronto entre o Exército das Filipinas e o grupo extremista Abu Sayyaf deixou pelo menos cinco soldados e três rebeldes mortos, neste sábado (2), em Patikul, sul do arquipélago. Segundo informações de agências internacionais, outros dezoito militares ficaram feridos.

A operação, que resultou em um intenso tiroteio, com mais de duas horas de duração, foi uma represália do governo ao atentado praticado pelos jihadistas, na semana passada, na catedral de Jolo, que deixou 21 mortos e mais de 100 feridos.

Na ação, o Exército tentou, sem sucesso, capturar Hajan Sawadjaan, um dos líderes de Abu Sayyaf.

Sangrento

O atentado em Jolo ocorreu dias depois do referendo para a criação de Bangsamoro, uma região autônoma muçulmana no sul do país, e concebida como uma solução pacífica para décadas de conflito separatista com a Frente Moro de Libertação Islâmica.

A responsabilidade pelo ataque foi reivindicada pelo Estado Islâmico (EI), por meio da milícia Ajang-Ajang, uma facção do Abu Sayyaf na província de Sulu, cuja capital é Jolo. Sulu votou contra a integração a Bangsamoro.


Foto: Romeo Ranoco / Reuters
Fonte: Notícias Ao Minuto




Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes