Conectando o Amazonas

Polícia Civil prende homem em cumprimento de sentença condenatória por roubo e jovem envolvida em caso de latrocínio

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do Posto de Policiamento Integrado (PPI) do Distrito de Cacau Pirêra, sob o comando do delegado Antonio Chicre Neto, titular da unidade policial, cumpriu, na manhã desta quarta-feira (20/02), por volta das 6h, dois mandados de prisão preventiva, sendo um por sentença condenatória por roubo e formação de quadrilha, em nome de João Paulo Barcelar, 25, chamado de “Foguinho”, e outro por latrocínio, em nome de Kevelen Oliveira Lopes, 21, conhecida como “Karol”.

De acordo com a autoridade policial, João foi preso na casa onde morava, localizada na rua Oito do Distrito de Cacau Pirêra, no município de Iranduba, distante 27 quilômetros em linha reta da capital. O fato ocorreu em cumprimento a mandado de prisão preventiva, por sentença condenatória, pelos crimes de roubo e formação de quadrilha. A ordem judicial foi expedida pela juíza Sabrina Cumba Ferreira, da Vara de Execuções Penais (VEP).

Antonio Chicre Neto coordenou, ainda, na manhã desta quarta-feira (20/02), o cumprimento do mandado de prisão preventiva por latrocínio em nome de Kevelen Oliveira, envolvida na morte do idoso Reinaldo Ferreira da Silva, ocorrida no dia 5 de fevereiro deste ano, na Comunidade Nova Aliança, segunda etapa do ramal Boa Fé, quilômetro 15 da estrada de Janauari, em Iranduba. A vítima tinha 66 anos.

Conforme o delegado, Kevelen é companheira de Kaio Hangel dos Reis Batista, 24, preso pela equipe do PPI no último dia 13 de fevereiro, pela autoria do delito. “No dia do latrocínio Kaio e mais duas pessoas, dentre elas Kevelen, abordaram o idoso e o mantiveram amarrado com uma corda em volta do pescoço, em uma espécie de armadilha. Quanto mais Reinaldo se mexia, mais a corda apertava a garganta dele, o que ocasionou o óbito. Do lugar os infratores subtraíram um aparelho celular, dois aparelhos de Disco Digital Versátil (DVD), caixa de som amplificada e R$ 200 em espécie”, disse.

Kevelen foi presa na casa de familiares dela, no bairro Colônia Antônio Aleixo, zona leste de Manaus. A ordem judicial em nome dela foi expedida no dia 13 de fevereiro deste ano, pelo juiz Carlos Henrique Jardim da Silva, titular da 2ª Vara da Comarca de Iranduba.

“João é considerado um indivíduo de alta periculosidade e temido pelos comunitários do Distrito de Cacau Pirêra. Chegamos até Kevelen após um árduo trabalho desempenhado pela nossa equipe de investigação, que descobriu a localização da jovem, que estava escondida na casa de familiares”, explicou Chicre Neto.

Após os procedimentos cabíveis, João foi conduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) e Keleven levada ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), no quilômetro oito da rodovia federal BR-174, onde irão ficar à disposição da Justiça.


Foto: Divulgação/PC-AM





Postar um comentário

TV Caprichoso - Ensaio Show 20 Anos de Troup

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes