Conectando o Amazonas

Esmam vai lançar revista acadêmica e abre concurso para a escolha do nome da publicação

A Escola Superior da Magistratura do Amazonas (Esmam) está se preparando para lançar a sua primeira revista acadêmica, com artigos voltados à comunidade jurídica. A publicação ainda não tem nome e justamente por isso o diretor da instituição, desembargador Flávio Pascarelli, determinou a criação de um concurso cultural para a escolha do nome da revista. Qualquer pessoa pode participar.

Os interessados devem acessar a página da escola no internet (www.tjam.jus.br/esmam) e clicar na aba “Revista” até o dia 22 de março. O internauta será direcionado para um formulário onde irá inserir a sua sugestão. Também terá que informar o seu nome, email e um número de telefone para que a escola possa entrar em contato caso a sugestão seja selecionada.

Todos os nomes sugeridos serão submetidos à Direção da escola e integrantes do Conselho Editorial. O autor do nome escolhido será divulgado nas redes sociais da escola e no portal da Esmam, além de ganhar um brinde. “A nossa intenção é que a revista seja um canal importante de divulgação do conhecimento científico e, ao mesmo tempo, um projeto que também possa ser abraçado por todos – magistrados, servidores do Judiciário, integrantes do Ministério Público, Defensoria, OAB, universidades e acadêmicos -, já que os temas dos artigos vão tratar do direito. E exatamente por esse motivo que queremos, desde já, que as pessoas participem da revista, inclusive sugerindo o seu nome”, explicou o desembargador Flávio Pascarelli.

A divulgação do nome escolhido ocorrerá até o final deste mês. De acordo com Pascarelli, a previsão é que a revista seja lançada ainda em abril. Outras informações podem ser obtidas por meio do telefone (92) 2129-6608 ou 6640 ou ainda através do email: esmam@tjam.jus.br.

Revista da Esmam

A revista da Escola Superior da Magistratura do Amazonas terá caráter científico e acadêmico, com periodicidade trimestral e exclusivamente online. Trata-se de um projeto inovador por assegurar o contínuo fluxo de interação entre os pesquisadores de diferentes áreas do Direito, além de atuar como ferramenta permanente de incentivo à produção e ao desenvolvimento das pesquisas na área jurídica (nacional e internacional).

Já confirmaram a participação no Conselho Editorial da revista os seguintes juristas: Rodrigo Bastos, Mário Sussmann, João Maurício Adeodato, Reis Friede, Willis Santiago Guerra Filho, Márcio Pugliese, Maria Elizabeth Guimarães Teixeira Rocha, Mauro Campbell Marques, Paulo Feitoza, Júlio Antonio Lopes, Felix Valois, Carlos Alberto Ramos, Marcos Villas Boas, Alexandre Morais da Rosa, Marcos Dessaune, Mônica Tass e Maria Geralda de Miranda.

“Temos um corpo muito qualificado de juristas, que aceitaram nosso convite para integrar o Conselho Editorial da revista, profissionais com reconhecida contribuição para a produção científica e intelectual do estudo do Direito”, enfatizou Pascarelli, acrescentando que a coordenação da revista irá trabalhar para buscar a certificação Qualis Capes, um sistema de classificação de artigos científicos publicados em diversas revistas, englobando todas as áreas do conhecimento.

A classificação dessas publicações indica as de excelência internacional, nacional, de média e baixa relevância, orientando pesquisadores para as revistas mais adequadas à divulgação da produção científica.


Arte: Lucas Lobo | ESMAM




Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes