Conectando o Amazonas

No Dia da Água, Parque Estadual Sumaúma recebe atividades lúdicas de alerta para conservação ambiental

O Parque Sumaúma recebeu, nesta sexta-feira (22/03), alunos de escolas estaduais, municipais e idosos para o encerramento da programação do Dia Mundial da Água. Realizadas ao longo de toda a semana, as ações alertaram para o uso consciente de recursos hídricos e a conservação ambiental. A atividade no parque, localizado na zona norte de Manaus, foi promovida pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), e contou com a participação do ator e ambientalista Victor Fasano.

Durante todo o dia, o parque abriu as portas para a comunidade com uma agenda especial que contou com oficinas de pintura, teatro de fantoches, cine ambiental, trilhas guiadas, inscrições para o programa Agente Ambiental Voluntário (AAV), Biblioteca Móvel do Ipaam, dança com o grupo da terceira idade Atitude, e apresentações lúdicas sobre a importância da água e do meio ambiente com o arte-educador Mauro Cristo e com o artista Cleudilon Passarinho. Foi realizado também o plantio de árvores das espécies Figueira e Sumaúma pelo secretário estadual do Meio Ambiente, Eduardo Taveira, presidente do Ipaam, Juliano Valente, ator e ambientalista Victor Fasano e pelo presidente do Instituto Sumaúma, Augusto Leite.

O secretário do Meio Ambiente destacou a importância das atividades no Parque Sumaúma para consolidar o local como um ambiente de lazer e educação para moradores da zona norte de Manaus. "É uma determinação do governador Wilson Lima que todas as secretarias tenham ações de impacto direto na vida da população, e, no caso do meio ambiente, nada mais justo do que aproximar a população de uma área verde tão importante que temos na cidade. O Parque Estadual Sumaúma é a única unidade de conservação estadual que temos em área urbana e é estratégico que ele seja um centro de educação ambiental para que a população do entorno possa ver a importância de ter essa área conservada, conhecer os serviços ambientais que esta área presta para a comunidade", ressaltou Taveira.

Valorização - O ator e ativista Victor Fasano parabenizou o Governo do Estado pelo projeto de revitalização do parque. "É uma alegria saber que está se falando de novo nesses parques que estavam abandonados, nessas áreas verdes que tem que ser mostradas para o cidadão usufruir. Isso aqui tem que ser um orgulho da cidade, uma vez que estamos procurando fazer com que essas áreas sejam unidas umas às outras para que espécies como o Sauim-de-coleira, uma espécie tão ameaçada do Amazonas, sejam protegidas", afirmou.

O ambientalista reforçou ainda a importância de valorizar os recursos naturais que a floresta amazônica fornece, como a água. "O Amazonas tem um novo secretário de Meio Ambiente que gosta do assunto e vai lutar para que as pessoas sejam educadas e percebam a riqueza que está ao nosso redor. Muitas vezes a gente nasce em um lugar privilegiado e não percebe esse privilégio. No entanto, você vê que o mundo inteiro tem tantas regiões secas, onde não cai uma gota d'água, e nós, que temos a chuva fantástica molhando a terra e propiciando que esta floresta exista e produza todas essas vantagens ambientais para o resto do país e do mundo, temos que nos orgulhar e proteger", completou Fasano.

Educação ambiental - O diretor-presidente do Ipaam, Juliano Valente, salientou que a educação precisa ser aliada para redução do desmatamento e manutenção do ciclo da água. "O papel do Ipaam é licenciar, fiscalizar e monitorar, mas também promover a educação ambiental, porque precisamos levar informação à população. Combater o desmatamento ilegal e uso correto dos nossos recursos não é apenas uma ação de comando e controle, mas que envolve inteligência, educação e fiscalização", disse.

A programação no parque contou com apoio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Instituto Sumaúma, Secretaria Municipal de Educação (Semed) e Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp).

Agenda técnico-científica - Ao longo da semana, a Sema e Ipaam promoveram também eventos técnico-científicos para capacitação sobre recursos hídricos. Na terça (19) e quinta (21), foi realizada a palestra “Outorga de Direito de Uso de Recursos Hídricos no Estado do Amazonas” para técnicos do Ipaam, no Espaço Tapiri Ambiental, localizado na sede do instituto, na zona centro-sul de Manaus. A atividade contou com apoio do Conselho Regional de Química (CRQ) e Conselho Regional de Química (CRQ).

No dia 20, o Governo do Amazonas levou ações de educação ambiental no 3º Colégio Militar da Polícia Militar Professor Waldocke Fricke Lyra, localizado no bairro Tarumã, zona oeste de Manaus, na comunidade Campos Sales. Ao longo de todo o dia, a escola recebeu oficinas sobre horta escolar e palestras sobre a importância dos recursos hídricos na Biblioteca Móvel do Ipaam.

Nesta sexta-feira (22), foi promovido também painel de debates no auditório Auton Furtado Junior, da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam). A ação contou com palestras de técnicos da Sema, Ipaam, Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Águas de Manaus e Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama).

Fotos: Bruno Zanardo/SECOM




Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes