Conectando o Amazonas

Oficina de empreendedorismo colabora com a reinserção de pessoas em liberdade provisória

Vinte pessoas em situação de liberdade provisória participaram nesta terça-feira (19) de uma oficina de fabricação de ovos de páscoa promovida pelo Serviço Social de Aprendizagem Comercial (Senac) como parte das ações do Projeto Reeducar.

O projeto é desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e tem como objetivo contribuir com a reinserção de pessoas em conflito com a Lei.

A oficina foi realizada na sala do Projeto Reeducar, no Fórum Ministro Henoch Reis (bairro de São Francisco) e teve a finalidade de incentivar o empreendedorismo entre os participantes.

Participando do curso, J.P, de 45 anos, agradeceu a oportunidade e comentou que, com as técnicas absorvidas, pretende conseguir uma renda extra. “Eu soube do curso pelos coordenadores do projeto e fiz questão de participar. Minha intenção é recomeçar a vida de forma honesta e este curso será muito útil para meus objetivos de vida”, comentou.

Segundo Nádia Teles, psicóloga do Projeto Reeducar, cursos como este são uma forma alternativa de ressocialização. “No projeto, o reeducando é estimulado a realizar cursos diversos, dentre eles, aqueles voltados para o empreendedorismo e, planejando seu próprio negócio, poderá se reintegrar à sociedade, obtendo o sustento de forma honesta”, disse.

Para a titular da 11ª Vara Criminal e coordenadora do Projeto Reeducar, juíza Eulinete Tribuzy, as capacitações são alternativas para reduzir o índice de reincidência na criminalidade. “É com muita alegria que acompanhamos este curso, com lotação completa. Acreditamos que, com o projeto, estamos valorizando o potencial das pessoas e combatendo a reincidência”, disse a magistrada.


Foto: Chico Batata




Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes