Conectando o Amazonas

Polícia Civil prende pedreiro pela autoria de feminicídio da ex-companheira e dupla que ajudou na ocultação do cadáver

O delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), falou na manhã deste sábado (8/3), durante coletiva de imprensa, sobre o cumprimento de mandado de prisão temporária em nome do pedreiro Manoel Francisco de Menezes Filho, 51, pela autoria de feminicídio que teve como vítima a ex-companheira dele, a costureira Solange Gama dos Santos, que tinha 43 anos.

De acordo com a autoridade policial, o crime ocorreu na última segunda-feira (4/3), na casa onde Manoel e Solange moravam, situada no loteamento Campos Sales, bairro Tarumã, zona oeste de Manaus. Durante a coletiva de imprensa também foram apresentados os ajudantes de pedreiro Leiciarleison Pereira Aguiar, 23, conhecido como “Bebê”, e Márcio Araújo Siqueira, 32, que participaram da ocultação do cadáver da vítima. O corpo de Solange foi abandonado em uma cova rasa, em uma área de mata no loteamento Campos Sales.

“Manoel alegou que cometeu o crime após ter descoberto, ao mexer no aparelho celular da costureira, que a ex-companheira estaria se relacionando com outros homens. Por não aceitar o término do relacionamento entre eles e motivado por raiva, pegou uma corda e enforcou a vítima no momento em que ela dormia. Em seguida, com a ajuda dos comparsas, abandonou o corpo dela em uma área de mata. O cadáver foi encontrado por populares um dia após o delito”, explicou Martins.

O titular da DEHS destacou, ainda, que para despistar a polícia Manoel pegou uma bolsa da vítima e colocou roupas próximo ao corpo, para simular que a costureira tinha deixado a casa do ex-casal junto com um possível novo companheiro. “Logo após o crime, Manoel foi até o 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e formalizou Boletim de Ocorrência (BO) de abandono de lar. Após ele tomar conhecimento do andamento das investigações em torno do caso, ele decidiu empreender fuga para Itacoatiara, município distante 176 quilômetros em linha reta da capital”, informou.

Prisões - Paulo Martins relatou que os policiais civis da DEHS prenderam Leiciarleison e Márcio na última quarta-feira (6/3), em via pública, no loteamento Campos Sales. O delegado declarou que Manoel foi preso por policiais civis da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Itacoatiara na tarde de quinta-feira (7/3), por volta das 17h30, naquele município. Os policiais civis da DEHS se deslocaram até Itacoatiara na manhã de sexta-feira (8/3) para realizar a transferência do infrator para a capital.

“A ordem judicial em nome dos infratores foi expedida no dia 6 de março deste ano pelo juiz Erivan de Oliveira Santana, no Plantão Criminal. Como pagamento por ajudar a enterrar o corpo, “Bebê” ainda ficou com o celular da vítima. Já representei à Justiça o pedido de conversão da prisão temporária em nome dos infratores para prisão preventiva”, destacou Martins.

Indiciamento – Manoel foi indiciado por feminicídio, já Leiciarleison e Márcio foram indiciados por ocultação de cadáver e associação criminosa. Ao término dos procedimentos cabíveis na DEHS, o trio será conduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá ficar à disposição da Justiça.


Foto: Erlon Rodrigues/Assessoria PC-AM




Postar um comentário

TV Caprichoso - Ensaio Show 20 Anos de Troup

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes