Conectando o Amazonas

Prefeito determina abertura de novos postos de vacina e reforço de pessoal para atender demanda contra o H1N1

A Prefeitura de Manaus iniciou nesta quarta-feira, 20/3, a Campanha de Vacinação contra a Influenza em183 unidades de saúde da capital, além de outros quatro locais estratégicos. A abertura oficial foi realizada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto no Parque Municipal do Idoso, zona Centro-Sul, com a presença do secretário Nacional de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, e dos secretários de Saúde do Estado (Susam), o vice-governador Carlos Almeida Filho, e do Município (Semsa), Marcelo Magaldi.

O prefeito reforçou a meta da capital em atingir 90% do seu público-alvo, que é de 455.083 pessoas, em 15 dias. “Temos o público-alvo e conclamamos para que essas pessoas compareçam aos locais de vacinação para nos ajudar a cumprir a meta em tempo recorde. Vamos todos juntos vencer mais essa batalha”, disse Arthur, que estava acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro.

Após a abertura, o prefeito visitou a Policlínica Castelo Branco, no bairro Parque 10 de Novembro, também na zona Centro-Sul, onde presenciou a grande procura pela vacina e determinou que novos postos de imunização sejam abertos para atender a alta demanda. “Não fiquei satisfeito com o atendimento e determinei que todas as secretarias se envolvam para reforçarmos o contingente de pessoas em atendimento nos locais de vacinação. Exijo que todo o aparato da prefeitura esteja à disposição da população para que se ofereça o melhor atendimento possível”, afirmou o prefeito.

Conforme o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, nesta quinta-feira, 21, já haverá reforço no efetivo de atendimento à população e novos postos estarão abertos para imunização a partir de sábado, 23. “Vamos ampliar de 30 para mais de 40 locais de vacinação no fim de semana. São as unidades básicas de saúde de maior porte em todas as zonas da cidade e também na área rural e ribeirinha. Além disso, com reforço no operacional, vamos poder remanejar pessoal e montar novas equipes de vacinadores, agilizando o atendimento”, explicou.

Além das UBSs da Prefeitura de Manaus, a vacinação acontece no Parque Municipal do Idoso, na sede da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI) e nas Centrais de Distribuição do Leite do Meu Filho. Vale destacar que, além das dez UBSs que já funcionam em horário estendido, de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h, e aos sábados, das 8h às 12h, mais 20 foram disponibilizadas para funcionar, inicialmente, das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira, e das 8h às 12h, no sábado. Ao todo serão 183 salas de imunização disponibilizadas.

A Campanha de Vacinação contra a Influenza é destinada, conforme preconiza o Ministério da Saúde, apenas às pessoas que estejam dentro dos grupos prioritários, que são crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes, profissionais de saúde e educação da rede pública e privada, indígenas, idosos com mais de 60 anos, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, como doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica, doença neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias (Síndrome de Down, Síndrome de Edward, Síndrome de Patau, Síndrome de Warkany).

Acompanhado a comitiva da prefeitura, o secretário Nacional de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, destacou que, mesmo fora do grupo preconizado para receber as dose de vacina, toda a população pode colaborar com as medidas de prevenção.

“O prefeito Arthur Neto inicia esse movimento em Manaus e toda população deve entender e participar, sobretudo pais de crianças menores de 6 anos, levando suas crianças aos locais de vacinação. Além disso, lavar as mãos com frequência, usar álcool em gel, cobrir a boca ao tossir ou espirrar, entre outras atitudes simples são fundamentais para evitar a propagação do vírus H1N1, que causa a gripe Influenza”, disse Wanderson, ao confirmar que o Ministério da Saúde estuda a possibilidade de manter o calendário diferenciado para o Amazonas nos próximos anos.

As unidades de vacina da capital já estão mapeadas no sistema de georreferenciamento da prefeitura e podem ser acessadas pelo link: http://bit.ly/SalasVacinaInfluenzaMar19.

Interior

Participando da abertura da Campanha de Vacinação contra a Influenza, o vice-governador e secretário de Saúde, Carlos Almeida Filho, disse que serão 1.535 salas de imunização abertas nos 62 municípios do Estado. “Hoje (quarta-feira) já são quase 50 municípios realizando essa abertura simultânea e até sexta-feira todos estarão abastecidos com as doses”, informou. No Amazonas, a meta é vacinar 1 milhão de pessoas.


Fotos: Alex Pazuello / Semcom




Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes