Conectando o Amazonas

Alunas da rede pública estadual são finalistas em prêmio da Fundação Japão

O prêmio foi só um detalhe: a grande motivação das alunas Aleane Neves, Ana Clara Ribeiro e Emilly Vitoria foi se tornarem “youtubers” internacionais num projeto pela própria escola. As três estudantes, que cursam o 9º ano da Escola Estadual de Tempo Integral Bilíngue Professor Djalma da Cunha Batista, produziram um vídeo sobre Manaus veiculado na plataforma e foram classificadas no concurso nacional da Fundação Japão.

Com o tema “O que a cidade onde moro tem de bom”, a produção é toda narrada pelas alunas em japonês e concorre com outros cinco finalistas aos Prêmios do Júri, do Embaixador e o “Mais Curtidas”. O concurso tem como objetivo oferecer um espaço para os alunos mostrarem os resultados dos estudos de língua japonesa, além de estimular a capacidade de pesquisar e transmitir suas ideias.

A iniciativa foi descoberta nas redes sociais pela professora de japonês, Bianca Paiva, representante da escola no Projeto Ambiente de Mídias, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação do Amazonas (Seduc-AM). A educadora convidou todos os alunos a participarem do projeto.

“As meninas foram as mais interessadas: todo dia vinham me perguntar mais sobre o concurso, demonstrando muita vontade de enviar o vídeo. O tempo era curto, mas elaboramos juntas o roteiro, tirei dúvidas da Língua Japonesa e fiz a edição das imagens. Todo o resto foi pensado e elaborado pelas meninas”, explicou a educadora.


Criatividade – As três estudantes pensaram nos pontos da cidade que mais seriam interessantes de mostrar pra comunidade japonesa. As meninas gravaram as imagens da produção, intitulada “Manausu he youkoso” no final de semana, com uso dos celulares.

“A gente quis gravar no Largo e no Cigs, por exemplo, para mostrar uma visão bem misturada de Manaus. Fomos até no Musa! E é muito legal saber que as imagens que a gente gravou lá vão ser vistas pelo pessoal no Japão”, afirmou Ana Clara.

Após publicados, foram eleitos pela Fundação os seis melhores vídeos do Brasil, dentre os quais o vídeo das alunas amazonenses. O vencedor na categoria “Mais Curtidas” será escolhido pelo público. A votação já está aberta e, para auxiliar as amazonenses, é preciso dar ‘gostei’ no vídeo, disponível no link https://youtu.be/C0eKLsvsmhw.

O resultado final do concurso será anunciado no dia 10 de maio (sexta-feira) no site da Fundação Japão (https://fjsp.org.br/) em São Paulo. O primeiro lugar será premiado com um iPad para cada aluno.

Novas tecnologias – O Projeto Ambiente de Mídias visa expandir e intensificar o uso de novas tecnologias nas escolas públicas tanto da capital quanto do interior, por meio da implementação de projetos elaborados pelos professores da rede estadual.

A Escola Estadual de Tempo Integral Professor Djalma da Cunha Batista participa da iniciativa com o projeto “Inovando para Aprender Mais e Melhor”, coordenado pela professora Bianca Paiva, com apoio do gestor Orlando Moura, que incentivaram a produção do vídeo.

“Esse tipo de projeto é o que nos permite implementar a tecnologia de forma prática na sala de aula, como na produção do vídeo do concurso. Essas atividades aproximam os alunos de um modelo de aprendizagem que realmente conversa com a realidade deles”, afirmou o gestor da escola.

Além de primar pelo trabalho interdisciplinar, o diferencial do Ambiente de Mídias em 2019 é enfatizar o uso pedagógico de plataformas de aprendizagem em dispositivos móveis, como tablets, smartphones e outros. Os 90 projetos selecionados contemplam ideias que têm o potencial de tornar as aulas e os componentes curriculares mais atraentes para estudantes e professores.


Foto: Cleudilon Passarinho / Seduc-AM




Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes