Conectando o Amazonas

Deputada Joana Darc (PR) revela histórias impressionantes sobre animais que foram resgatados

O mês de abril é conhecido como Abril laranja, sendo o mês de prevenção da crueldade contra os animais e, a Deputada estadual Joana Darc (PR), relembra o trabalho de mais de uma década, voltado à proteção e o bem-estar dos animais, especialmente os abandonados.

A parlamentar defende que mais pessoas estejam engajadas, na elaboração de políticas públicas para a fauna, em especial a doméstica abandonada pelas ruas.

Atuando em diversos casos, a deputada afirma que as maiores dificuldades são abrigos e acesso a saúde, para que a causa animal evolua em nosso Estado.

“São dezenas de pedidos de ajuda todos os dias e é preciso tirar do bolso e abrigar os animais em casa, pois não existem estruturas de suporte para quem resgata animais”, comentou Joana.

O trabalho segundo a deputada, vai desde o resgate, até conseguir uma adoção. Ela explica, que durante esse processo o animal passa por diversos estágios desde a consulta inicial, tratamentos, castrações, vacinas e vermifugação.

“Quando o animal está apto para a adoção é preciso, ainda divulgar bastante e fazer a entrevista para consolidar o que se intitula guarda responsável”, destacou Joana.

É conciliando a rotina de trabalho com a defesa da causa, que Joana tenta fazer a sua parte perante os animais e a sociedade. Entretanto, ainda precisa lidar com a irresponsabilidade de muitas pessoas que abandonam seus animais.

“Há mais de um ano fiz um resgate de 60 gatos a pedido de uma pessoa que estava sendo despejada. O pedido foi apenas para abriga-los por três dias, acreditei na boa-fé da pessoa e já faz mais de um ano de luta para encontrar adotantes e manter os animais”, lembrou Joana.

Durante esse tempo, a deputada assegura que nenhuma visita ou ajuda da dona dos animais foi registrada.

“Todos estão castrados, vacinados e vermifugados, os que foram adotados foi mediante o termo de guarda responsável e bem-estar animal. Tenho todos os comprovantes de despesas, termos de adoção e registros de vídeo e fotos” salientou Joana.

Esse é apenas um dos casos em que conforme a deputada, na hora do pedido de ajuda é uma pressão muito grande, mas na hora de cuidar são poucos que ajudam.

Segundo Joana, esta realidade é a mesma compartilhada por todos os protetores de animais que tentam salvar vidas. Para ela, a luta contra o abandono e maus-tratos de animais ainda é grande, por isso é preciso mais empatia, união e principalmente responsabilidade na hora de decidir ter um animalzinho.

Joana Darc mantém os animais desde antes de ingressar na política com seu salário e a ajuda de amigos, que cedem um espacinho na sua casa e ajudam a divulgar para adoção. Hoje ela possui vários animais em sua casa, inclusive animais resgatados de incêndios, abandonados pelos seus donos e também animais de outros municípios do nosso Estado, como Manacapuru e Cacau Pirera.

Na casa de familiares e em parceria com um pequeno grupo de amigos, possui dois lugares como lares temporários oficiais, onde a capacidade está no limite e que precisa de ajuda para encontrar adoção para os animais que estão à espera de uma família.




Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes