Conectando o Amazonas

Mais de 15 instituições participam da segunda reunião do Conselho Estadual de Juventude do Amazonas

Com representantes de mais de 15 instituições ligadas à causa jovem, a Secretaria de Estado de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel) realizou na manhã desta terça-feira (16/4), no auditório da Vila Olímpica de Manaus, bairro Dom Pedro, zona centro-oeste, a segunda reunião do Conselho Estadual de Juventude do Amazonas (Cejam). O encontro, além de captar as sugestões dos participantes, tratou de debater sobre a reativação das atividades do Cejam.

“Nós temos um trabalho muito importante daqui para a frente. Nossa juventude precisa deste conselho ativo e nós estaremos de portas abertas para todos os movimentos que queiram contribuir com estas atividades. Agradecemos a participação de cada um e reiteramos a importância de nos unirmos neste processo”, destacou Adérito Penafort Júnior, secretário adjunto de Juventude da Sejel.

Para Mayara Batista, representante do Movimento das Estudantes Indígenas do Amazonas (Meiam), a conversa foi positiva e deve chegar aos municípios do interior. “Muita coisa ainda precisa ser feita. Fui a alguns lugares no começo do ano e não existe nenhum tipo de política pública desenvolvida para as comunidades indígenas e ribeirinhas”, comentou.

Na oportunidade, Mayara avaliou positivamente a ação. “A reunião foi bem proveitosa. Vi que existe um interesse de grande parte dos que ali estavam, sobre as questões voltadas ao interior e às comunidades indígenas, o que é algo necessário”.

Membro do Instituto de Articulação de Juventude da Amazônia (Iaja), Marcos Rodrigues acredita que a juventude precisa de uma resposta do poder público e da sociedade civil quanto ao humanismo que se deve ter com os jovens que vivem em situação de vulnerabilidade social nas periferias. Para ele, esta reunião alcançou êxito.

“Pelo que pude perceber, as organizações querem realmente construir, junto ao poder público, essa instância de Juventude. O diálogo entre a Sejel e as organizações é constante. Isso mostra que nós, representantes da sociedade civil, queremos participar do processo ativamente, buscando legitimar e consolidar esse Conselho”, finalizou.

Cejam – O Conselho Estadual de Juventude do Amazonas (Cejam) foi criado pelo Decreto n° 28.425, de 17 de março de 2009. Ele dispõe sobre a organização, a competência e as diretrizes de funcionamento do Cejam. É um órgão colegiado, consultivo, normativo, e deliberativo, integrante da Sejel.


Foto: Mauro Neto / Sejel




Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes