Conectando o Amazonas

Começa a segunda fase do projeto de língua espanhola na escola Waldir Garcia

A segunda fase do projeto “Manaus internacional: integrando culturas por meio da língua espanhola” começou na tarde desta terça-feira, 7/4, na escola municipal Waldir Garcia, zona Sul, com a aula inaugural. A ação é uma parceria da Prefeitura de Manaus com a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e o consulado da Colômbia.

A abertura contou com a presença da subsecretária municipal de Educação (Semed), Euzeni Araújo, do cônsul da Colômbia em Manaus, José Gilberto Rojas, do diretor da Faculdade de Letras da Ufam, Wagner Barros Teixeira, além de alunos e familiares.

Waldir Garcia é a terceira unidade de ensino a participar do projeto, iniciado em 2018 e atualmente implantado em cinco escolas. Durante a cerimônia, a subsecretária, Euzeni Araújo, destacou o fortalecimento do trabalho de divulgação de outras culturas e que é realizado paralelo com outras ações da rede municipal de ensino.

“Este projeto vem apresentando resultados bastante positivos desde a sua primeira edição, no ano passado. Inclusive foi financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). Ele tem sido muito bem aceito nas escolas e faz um link com o trabalho que a Semed desenvolve na formação de professores no programa Ampliando Horizonte. Ou seja, para a secretaria, esse projeto é muito importante e significativo”, ressaltou.

Já o cônsul da Colômbia frisou a importância do projeto, por conta da relação do Mercosul com o Brasil, e que parcerias como essas proporcionam a difusão da língua espanhola, ajudam a integrar as duas nações (Brasil e Colômbia), além de viabilizar o idioma e a cultura latina na rede pública de Manaus.

“É muito importante e tem muita lógica, porque o Brasil é único país que não fala espanhol da América Latina, com exceção também de pequenos países das guianas Francesa e Inglesa. Então é importante fortalecer essa língua aqui e acho que o Brasil tem que liderar esse envolvimento da língua espanhola, porque ajuda na questão da relação do Mercosul e dessa integração dos países da América Latina”, observou.

Na oportunidade, o diretor da Faculdade de Letras da Ufam, Wagner Barros Teixeira, destacou a importância do projeto, ressaltando que a ação se faz importante devido o grande fluxo de estrangeiros que vêm conhecer a região Norte.

“Aprender uma nova língua significa ampliar os horizontes, abrir as portas para o mundo, porque com isso você não aprende só uma língua, você aprende novas culturas, você se reconhece, reconhecendo os outros”, explicou.

Projeto

O projeto “Manaus internacional: integrando culturas por meio da língua espanhola’ começou a ser executado na escola municipal Waldir Garcia em 2018 e contempla 32 alunos do 3º ano do ensino fundamental. Deste total, seis são estudantes novatos e 26 são veteranos.

João Mendes Sampaio, 8, aluno do 3º ano é um dos estudantes que terá acesso à cultura espanhola. João até então não teve nenhum contato com o idioma, e declarou estar na expectativa para aprender espanhol.

“Estou ansioso para aprender espanhol, já me imagino falando com meus amigos e outras pessoas em espanhol”, destacou.


Foto: Cleomir Santos / Semed



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes