Conectando o Amazonas

Há três dias treinando, Rafael Vitor destaca união no elenco azulino e revela otimismo

Está chegando a hora da estreia do Nacional FC na Copa Verde. O adversário será o Humaitá-AC e a partida fora de casa, que seria motivo para ansiedade, na verdade, se torna em otimismo com a união dos atletas, explica o recém-anunciado, Rafael Vitor.

“Estou aqui há três dias. Fui muito bem recebido e o que percebo aqui é uma união muito grande, apesar do pouco tempo. Um apoia o outro e isso se transforma em otimismo. É justamente o que precisamos, visto que estamos tão próximos a estreia”, afirma.

O zagueiro revela que o clima descontraído não diminui a seriedade do trabalho e o resultado disso é o equilíbrio entre idade e experiência.

“É um clima descontraído, mas as brincadeiras ficam à parte quando é hora do trabalho. Temos uma mescla de jogadores jovens e outros mais experientes e isso colabora para um equilíbrio”, ressalta.

Rafael Vitor que tem 26 anos e já teve a oportunidade de vestir a camisa do Rio Negro, conta que essa experiência colabora, pois conhece alguns dos seus colegas de clube.

“Já joguei contra o Marcelinho, também vi o Paulinho jogando no Holanda e aos poucos vamos nos reconhecendo e nos fortalecendo”, admite o jogador.

O jogo de ida do Leão será na Arena da Floresta, em Rio Branco, no Acre. A volta será em Manaus, dia 02 de agosto, na Arena da Amazônia.



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes