“Investe Turismo” vai qualificar pessoal, melhorar rotas turísticas e atrair investimentos para o Amazonas

Os municípios de Novo Airão, Presidente Figueiredo e a capital Manaus serão os primeiros a serem contemplados com ações do programa “Investe Turismo”, lançado nesta segunda-feira (08/07), em Manaus, pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. Na solenidade de lançamento, no Palácio Rio Negro, zona sul de Manaus, o governador Wilson Lima destacou que o programa está alinhado com a política do Governo do Estado de desenvolver novos polos econômicos no Amazonas.

O “Investe Turismo” é um programa do Ministério do Turismo, realizado pelo Sebrae e, no Amazonas, conta com apoio do Governo do Estado. O objetivo da iniciativa é melhorar a estrutura de rotas turísticas brasileiras, para atrair turistas e investidores e, assim, promover a geração de emprego e renda. Ainda em Manaus, o ministro também visitou as obras de expansão do Centro de Convenções do Amazonas (CCA) Vasco Vasques e conheceu o Teatro Amazonas.

“Todos nós sabemos que há uma concentração financeira muito grande no modelo Zona Franca de Manaus, que é um modelo que não abrimos mão e vamos lutar com todas as forças para que seja protegido, mas é importante que haja um trabalho em outras frentes, como o turismo. O Estado do Amazonas tem uma vocação natural para esta atividade, nós temos um potencial turístico muito forte, o que ninguém no mundo tem”, afirmou o governador.

Na primeira etapa do “Investe Turismo”, 30 rotas serão contempladas com investimentos do Ministério do Turismo em todo o Brasil, sendo sete na região Norte, três delas no Amazonas. Além da capital Manaus, os investimentos incluem os municípios de Novo Airão e Presidente Figueiredo, com o objetivo de tornar as cidades competitivas como destinos turísticos nos cenários nacional e internacional.

“É um passo importante que estamos dando. A visita do ministro ao Amazonas é uma sinalização no sentido de começarmos, efetivamente a divulgar o estado do Amazonas e explorar suas potencialidades”, afirmou Wilson Lima ao destacar que o Governo também trabalha na identificação de outros municípios que possam receber investimentos do programa, como Barcelos, que tem potencial para pesca esportiva. 

O governador também ressaltou que o Estado tem investido para melhorar a infraestrutura e fomentar o turismo e outras atividades econômicas. “A estrada que liga a AM-070 ao município de Novo Airão está toda pavimentada. A AM-070 já retomamos o trabalho por lá e, esse ano, vamos entregar 20 quilômetros duplicados da rodovia. Até o final de 2020 vamos entregar essa obra. Com relação à AM-010 já começamos o serviço de tapa-buracos e devemos lançar um projeto de requalificação”, frisou.

A diretora-presidente da Amazonastur, Roselene Medeiros, destacou que o turismo no estado vive um novo momento. “A gente precisa melhorar os nossos números. Hoje o Brasil só recebe seis milhões de turistas estrangeiros, é muito pouco. Agora, a gente consegue, com planejamento, dar os primeiros passos para que o turismo deixe de ser só um potencial”, afirmou ao destacar que o setor também tem capacidade para induzir o desenvolvimento, incentivando outras atividades econômicas.

Investimento – De acordo com o ministro Marcelo Álvaro Antônio, a primeira etapa do “Investe Turismo” tem recursos de R$ 200 milhões, distribuídos em todas as regiões do Brasil. “Os recursos do programa, que são em torno de R$ 500 milhões, são todos administrados pelo Sebrae, juntamente com os estados. A primeira etapa compreende R$ 200 milhões e nada impede que, na segunda etapa, outras rotas também sejam contempladas no Amazonas”, disse.

Os recursos serão destinados à qualificação profissional dos trabalhadores do setor e na identificação de potencialidades para atrair investidores, através de estudos feitos pelo Sebrae. “Dessa forma podemos atrair investimentos de pequeno, médio e grande porte para essa rota, que sejam grandes resorts, hotéis, restaurantes, pousadas, para que a gente consiga dar para o turista uma estrutura melhor, para que ele retorne ao estado do Amazonas. É um programa que vem revolucionar o turismo em todo o Brasil”, concluiu o ministro.

Seminário – Como parte da programação, a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) e o Sebrae realizaram o seminário “Investe Turismo, Parcerias para Transformar Destinos”. Entre as propostas discutidas está o apoio às iniciativas regionais de fomento ao turismo sustentável.

“O turismo, para ele ter sucesso, precisa que ocorra o processo de desenvolvimento do território, por isso a governança tem um papel significativo. E aqui há uma atuação integrada entre a Amazonastur e o Sebrae Amazonas, junto com o empresariado e com o trade turístico. Acreditamos que nós vamos ter um novo impulso, um posicionamento do mercado, do que é o turismo hoje, no Amazonas”, considerou Ana Clévia Guerreiro, representante do Sebrae nacional.

Também participam do seminário o secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, Aluizer Malab; Rafael Luisi, da Embratur; Ana Clévia Guerreiro, do Sebrae Nacional; Muni Lourenço, presidente do Sebrae Amazonas, além de representantes dos órgãos municipal, estadual e federal.

Representantes dos municípios de Maués, Presidente Figueiredo, Parintins, Careiro, Novo Airão, Itacoatiara, Careiro da Várzea, Rio Preto da Eva, Anori, Humaitá, Santa Isabel do Rio Negro, Tabatinga, Manacapuru, Manaquiri, Tefé e Iranduba estiveram presentes no Palácio Rio Negro.

Vasco Vasques – Wilson Lima e o ministro do Turismo também visitaram as obras da expansão do Centro de Convenções do Amazonas (CAA) Vasco Vasques, que estão na segunda fase. Quando o governo assumiu encontrou a obra com apenas 14% de execução. A Amazonastur acelerou e mais que duplicou o processo de construção que chegou a 43% de execução.

Com o esforço, a Amazonastur garantiu a manutenção do recurso do Ministério do Turismo, da ordem de R$ 40 milhões, para a obra que vai transformar o espaço no maior centro de eventos da região Norte.

“Ali nós temos a oportunidade de fomentar aquele espaço trazendo para cá os congressos, os eventos de categorias e isso nós já estamos trabalhando. Temos programados para os próximos anos grandes encontros, isso movimenta a economia, restaurantes hotéis e naturalmente a nossa principal vocação, que é o ecoturismo e a pesca esportiva. Temos encaminhados alguns entendimentos para poder melhor vender o que a gente tem de potencial, garantido que esse potencial possa ser transformado em produto”, disse Wilson Lima.


Fotos: Diego Peres/Secom



Postar um comentário

Postagem em destaque

Josué participa do EcoFestival e anuncia recursos para alavancar turismo em Novo Airão

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Josué Neto, anunciou neste sábado (16) que destinará R$ 1 milhão em emendas pa...

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes