Conectando o Amazonas

Novos Promotores prestigiam inauguração de padaria no "Dagmar Feitosa"

O grupo de 9 Promotores de Justiça, empossados no último dia 14 de junho deste ano, participou, na manhã desta sexta-feira (12), junto de outras autoridades, da inauguração da Padaria e Confeitaria Reviver, no Centro Socioeducativo Assistente Social Dagmar Feitosa, localizado na rua Vivaldo Lima, 265, Alvorada, zona centro-oeste. O trabalho faz parte das ações da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), em parceria com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam).

Estavam presentes na visita os Promotores Sylvio Henrique Lorena Duque Estrada (2ª Promotoria de Tabatinga), Thiago Leão Bastos (Eirunepé), Jarla Ferraz Brito (Novo Aripuanã), Míriam Figueiredo da Silveira (Boca do Acre), Vinicius Ribeiro de Souza (2ª Promotoria de Manicoré), Caio Lúcio Fenelon Assis Barros (Itamarati), Priscilla Carvalho Pini (Maraã), Gabriel Salvino Chagas do Nascimento (Apuí) e Bruno Batista da Silva (Tapauá). O grupo foi acompanhado pela Promotora de Justiça Luissandra Chíxaro de Menezes, titular da 29ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude Infracional da Comarca de Manaus.

Na avaliação de Promotora da 29ª PJ, esta ação influencia positivamente no processo educacional dos jovens. “Eles vêm, muitas das vezes, de situação de risco e vulnerabilidade sociofamiliar e educacional, sem qualquer perspectiva de se inserirem positivamente no seio social. Então, propiciar a eles inserção pedagógica e, no caso da oferta dos cursos profissionalizantes, qualificação para inserção no mercado de trabalho representa uma ação bastante eficaz no processo de ressocialização dos socioeducandos”, analisa Luissandra Menezes.

Transformação social – A Sejusc administra os cinco Centros Socioeducativos do Amazonas, que têm por finalidade promover o cumprimento da medida socioeducativa de internação, com a fiel observância ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e às diretrizes do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) incumbindo a seus dirigentes e servidores zelar pela integridade física e mental dos adolescentes e adotar as medidas adequadas de educação, contenção e segurança.

O departamento garante os direitos sociais dos adolescentes e executa as medidas aplicadas pela autoridade judiciária, visando a inclusão social e a construção de alternativas que contribuam para a revisão de hábitos e valores morais.

Nos cinco centros administrados pela Sejusc, são oferecidas atividades como rodas de conversa, acompanhamento psicológico, atividades pedagógicas, oficinas terapêuticas e palestras.


Fotos: Gabriel Salvino (MPAM)
Fonte: MP-AM



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes