Conectando o Amazonas

Trump ataca May e embaixador que chamou seu governo de "disfuncional"

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, atacou ontem (8) a primeira-ministra britânica, Theresa May, e seu embaixador em Washington, Kim Darroch, em razão de um vazamento de comunicados confidenciais nos quais o diplomata chamou o presidente norte-americano de disfuncional e inepto.

As notas de Kim Darroch, embaixador britânico em Washington, foram divulgadas para um jornal no domingo, irritando Trump e envergonhando Londres.

"Fizemos contato com o governo Trump, estabelecendo a nossa opinião de que acreditamos que um vazamento é inaceitável", disse o porta-voz de May a jornalistas. "É, é claro, questão de lamentar que isso tenha acontecido".

Trump respondeu no Twitter criticando a condução de May do Brexit e dizendo que ela desconsiderou seus conselhos.

"Que bagunça que ela e seus representantes criaram", escreveu. "Eu não conheço o embaixador, mas não se gosta ou se pensa bem dele nos Estados Unidos. Não lidaremos mais com ele".

"A boa notícia para o maravilhoso Reino Unido é que eles em breve terão um novo primeiro-ministro. Embora eu tenha aproveitado a magnífica visita oficial no mês passado, foi a rainha que mais me impressionou", escreveu.

Horas depois da publicação no Twitter, o porta-voz de May reiterou a posição do Reino Unido de que o vazamento era uma infelicidade e disse que Darroch "continua a ter o apoio total da primeira-ministra".

O ministro do Comércio, Liam Fox, que está em visita a Washington, disse à rádio BBC que pedirá desculpas à filha de Trump, Ivanka, com quem deve se encontrar.

"Eu pedirei desculpas pelo fato de que alguém dentro dos nossos serviços civis ou de nossa classe política não honrou as expectativas que temos ou que os EUA têm sobre comportamento, o que nesse caso acabou da maneira mais extraordinária e inaceitável", disse.

"Vazamentos maliciosos desta natureza (...) podem na verdade levar a prejuízos nessa relação, o que pode em consequência afetar nossos interesses mais amplos de segurança".

Não ficou claro se a mensagem de Fox havia sido retransmitida antes da publicação de Trump. Foi a segunda investida de Trump contra o embaixador britânico, a quem criticou no domingo por "não servir bem o Reino Unido".

O Reino Unido espera atingir um grande acordo comercial com seu principal aliado após deixar a União Europeia, saída marcada para 31 de outubro. 


Foto: REUTERS/Issei Kato
Fonte: Agência Brasil



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes