Desenvolvimento do Amapá une Suframa a governo e entidades locais

A aproximação com líderes regionais, órgãos parceiros e entidades de classe com objetivo de fomentar o desenvolvimento do Amapá motivou a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) a participar de reuniões, nesta segunda-feira (19), com o governo do Estado, com representantes do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-AP) e da Associação Comercial e Industrial do Amapá (Acia). Os representantes da comitiva da Autarquia, liderada pelo superintendente Alfredo Menezes, debateram sobre ações conjuntas para incrementar a atuação da Suframa no Amapá a fim de possibilitar uma integração entre os líderes locais em prol da região e do desenvolvimento local.

Na sede do governo do Estado, a Suframa participou de encontro com o governador do Amapá, Antônio Waldez Góes da Silva, e equipe de secretários estaduais para entender de que forma a Autarquia pode colaborar na construção de uma agenda positiva que viabilize ações de fomento à economia local. "Temos trabalhado a governança da Suframa pensando em vetores complementares ao Polo Industrial de Manaus (PIM), tais como polo digital, turismo, mineração, piscicultura e bioeconomia. Voltei recentemente da Alemanha onde pude verificar questões referentes à Indústria 4.0. Temos trabalhado em todos esses focos e nos coloco à disposição para debater com seu secretariado ações que contemplem o Amapá e, para isso, precisamos de projetos para que haja investimentos aqui", disse Alfredo Menezes.

Waldez Góes declarou que o grupo que compõe a "Amazônia Legal está unido em defesa do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) por entender a importância deste projeto". Além disso, o governador reforçou a necessidade "da Suframa ser atuante em todos os Estados da região. (...) Vimos o recente esforço de não focar as ações da Suframa apenas no Amazonas. Dê uma olhada nas demais áreas da Autarquia que, por vezes, foram pouco privilegiadas, às vezes até por questões burocráticas". O superintendente reforçou o compromisso de resgatar o protagonismo da Autarquia em toda a sua área de atuação.

Parceiros

Na sede do Sebrae-AP, onde foi promovido um encontro entre a comitiva da Suframa e dirigentes tanto da entidade quanto da Associação Comercial e Industrial do Amapá, o titular da Autarquia fez questão de informar que a orientação do governo federal é de que a Superintendência atue em todos os Estados cobertos pelos incentivos da Zona Franca de Manaus. Menezes afirmou que a posição de destaque de um amazônida frente ao Senado Federal (presidido pelo senador do Amapá, Davi Alcolumbre) espelha a força do povo do Norte. "Vamos superar as dificuldades e agir em prol deste povo que tanto merece as oportunidades", exaltou.

Na ocasião, a administração da Suframa informou que essa aproximação com entes locais é fundamental para o sucesso de ações conjuntas, e comentou que essa parceria será essencial para suprir necessidades identificadas na região, como a dificuldade de saber de todas as oportunidades e benefícios existentes no Estado que empresários e empreendedores que querem investir na região têm. "A relação da Autarquia com o governo local e demais entidades parceiras sempre foi muito boa, muito devido à compreensão da importância do modelo Zona Franca de Manaus para toda a região. Temos a sinalização de que todos temos o interesse de estreitar essa relação", disse o superintendente adjunto de Operações da Suframa, Luciano Tavares.

O presidente do Sebrae, Waldeir Ribeiro, deixou as portas abertas para colaborar com atividades de apoio entre as instituições para "que possamos aproveitar as riquezas locais, contando com o apoio de pessoas como o senador Davi Alcolumbre, que conhece a realidade regional".

Josiel Alcolumbre, suplente do Senado Federal, participou da reunião e declarou que "temos que deixar o saudosismo dos projetos para trás e fazer o que for possível agora, para que deixemos de lado o discurso que o Amapá é o Estado do futuro, pois temos de fazer deste o Estado do presente".

A Associação Comercial e Industrial do Amapá falou da importância da Zona Franca Verde (ZFV), cujos incentivos são administrados pela Suframa, e solicitou que a Autarquia atuasse para alavancar o projeto no Estado, que conta com empresas que já gozam dos benefícios. A Suframa lembrou dos trâmites necessários ao usufruto da ZFV e que deve atuar para fortalecer o projeto no Estado.


Fotos: Divulgação



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes