Reeducandos e servidores do sistema prisional podem participar do 5° concurso de redação da DPU

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), juntamente com a Escola de Administração Penitenciária (Esap), viabilizará os meios para que os internos do sistema prisional do Amazonas participem da 5ª edição do concurso de redação da Defensoria Pública da União (DPU) em parceria com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Neste ano, a redação tem como tema: “Defender direitos, evitar desastres: como o acesso à Justiça contribui para o desenvolvimento sustentável”.

A edição trouxe uma novidade para este ano. Além de alunos da rede pública de ensino e pessoas privadas de liberdade (PPLs), os servidores do sistema prisional também poderão participar do desafio nacional. A redação deverá ser manuscrita, inédita e original, com no mínimo 20 e no máximo 30 linhas, e entregues na Esap até o dia 20 de setembro.

“Temos expectativas de grande adesão dos reeducandos em razão do bom êxito dos dois últimos anos”, declarou a responsável pelas inscrições e inserções das redações no site e bibliotecária da Esap, Andréa Oliveira. “Esperamos a adesão dos servidores que neste ano têm a primeira oportunidade de participação neste evento cultural”, acrescentou.

Aulas de reforço - Os professores da escola prisional, que contam com o apoio da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), realizarão aulas de reforço aos candidatos reeducandos para discussão do tema proposto, organização e supervisão da elaboração dos trabalhos escritos. Lançando mão de práticas pedagógicas apropriadas para cada nível escolar, que estimulem a criatividade dos estudantes, de acordo com as instruções da DPU.

Os prêmios serão: um tablet, para os três estabelecimentos penais que obtiverem (em nível nacional) o maior percentual de participantes; uma câmera digital, para os três servidores com melhor pontuação; e um alto-falante, para os três melhores colocados da categoria reeducandos do sistema prisional. Todos os internos participantes do certame receberão o Certificado de Participação assinado pela DPU e pelo Depen, atestando 12h de atividades de leitura e escrita para fins de remição de pena.

Participação no concurso – Somente há dois anos o concurso foi aberto ao público carcerário. Desde então, o Amazonas tem tido um bom número de reeducandos participando do certame, e sendo contemplados com premiações e medalhas.

Inscrição – As inscrições podem ser realizadas no site da DPU (https://concursoderedacao.dpu.def.br/). Mais informações sobre o concurso também podem ser consultadas no site da DPU.

Foto da última premiação do concurso do DPU.



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes