Susam auxilia Humaitá a implantar Prontuário Eletrônico do Cidadão em UBSs

Com o auxílio técnico da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam), o município de Humaitá conseguiu implantar o sistema de Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) em suas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Técnicos da Susam estão viajando aos municípios para orientar na instalação do PEC em UBSs de cada cidade. O trabalho é realizado pelo Núcleo de Tecnologia da Informação, da Gerência de Planejamento, Avaliação e Monitoramento do Departamento de Atenção Básica (Dabe) da Susam.

Atualmente, 19 municípios possuem UBSs operando com o PEC: Anamã, Apuí, Boa Vista do Ramos, Borba, Careiro, Coari, Codajás, Humaitá, Iranduba, Itacoatiara, Itapiranga, Manacapuru, Manaus, Manicoré, Presidente Figueiredo, Tabatinga, Tapauá, Tefé e Urucurituba.

“O Prontuário Eletrônico é uma ferramenta fundamental para que possamos avançar no processo de Planificação da Atenção à Saúde, já em curso. Com os dados do usuário, podemos planejar as ações, integrar a atenção básica com a atenção primária, organizando melhor os fluxos de atendimento”, disse o titular da Susam, Rodrigo Tobias.

Em Humaitá, o PEC foi instalado inclusive em uma UBS Fluvial, a primeira do Estado a contar com o sistema. O técnico do Dabe, Francisco Goes, conta como tem sido o trabalho no interior.

“No município, avaliamos a estrutura das UBS, repassamos as necessidades para o gestor, que dá providência, e então implantamos o sistema. Uma vez implantado, servidores do município acompanham nossos técnicos, aprendendo como se opera o sistema, até que, sozinhos, possam implantar o PEC nas demais unidades”, explica o técnico.

Fornecido pelo Ministério da Saúde, o PEC garante mais agilidade no atendimento ao cidadão e melhor eficiência na gestão dos gastos públicos em saúde. Isso ocorre porque o prontuário é capaz de reunir o histórico, os dados, procedimentos realizados e os resultados de exames dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), atendidos na Atenção Básica.

O prontuário também permite a verificação, em tempo real, da disponibilidade de medicamentos ou mesmo o registro das visitas de agentes de saúde, melhorando o atendimento ao cidadão.

“Com as informações sobre a produção das UBS reunidas e organizadas, os municípios também podem melhorar sua capitação de recursos junto ao Ministério da Saúde”, acrescenta Goes.

Fotos: Divulgação/Susam




Postar um comentário

Postagem em destaque

Crianças e adolescentes que vivem em unidades de acolhimento recebem presentes de Natal arrecadados pelo projeto Árvore Encantada

Cerca de 230 crianças e adolescentes, que estão hoje em oito unidades acolhedoras de Manaus, receberam na tarde da quarta-feira (04) os pr...

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes