Mesa-redonda sobre prevenção do suicídio fecha programação do Setembro Amarelo na CMM

A Câmara Municipal de Manaus (CMM), por meio da Diretoria de Recursos Humanos, promove palestras no dia 30 de setembro, com o tema “Setembro Amarelo”, fechando o mês dedicado à prevenção do suicídio. A partir das 10 horas, o auditório Zany dos Reis receberá em um mesa-redonda a médica psiquiatra Daniele Fernandes Holanda e a psicóloga Maria Aparecida Martins para debater sobre o tema. “A ideia é ajudar na prevenção com estas palestras, como contribuição da CMM”, disse o diretor do RH/CMM, Luiz Netto.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio todos os anos. No Brasil, os números são preocupantes: de 2007 a 2016, 106.374 pessoas morreram em decorrência do suicídio — em 2016, a taxa foi de 5,8 por 100 mil habitantes. Para cada suicídio, há muito mais pessoas que tentam o suicídio a cada ano. O suicídio é a segunda principal causa de morte entre jovens com idade entre 15 e 29 anos.

Para a psiquiatra, a palestra tem o intuito de treinar o público a identificar pessoas em sofrimento e risco de suicídio, bem como em ensinar como ajudar. “As pessoas que amamos podem estar em sofrimento, pensando em tirar suas vidas, ainda que esteja com sorriso no rosto. Precisamos estar atentos e treinados para identificar quem precisa de ajuda. Não espere acontecer na sua família. Aprender a falar sobre o suicídio e identificar pessoas em risco é a melhor forma de prevenir”, destacou Daniele Holanda.

A OMS destaca que há uma série de medidas que podem ser tomadas junto à população para prevenir o suicídio e suas tentativas, como: redução de acesso aos meios utilizados (por exemplo, pesticidas, armas de fogo e certas medicações); cobertura responsável pelos meios de comunicação; introdução de políticas para reduzir o uso nocivo do álcool; identificação precoce, tratamento e cuidados de pessoas com transtornos mentais ou por uso de substâncias, dores crônicas e estresse emocional agudo; formação de trabalhadores não especializados em avaliação e gerenciamento de comportamentos suicidas; acompanhamento de pessoas que tentaram suicídio e prestação de apoio comunitário.


Arte: Felipe Cruz – Dircom/CMM



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes