Tribunal da Escócia rejeita suspensão do Parlamento britânico

O mais importante tribunal civil da Escócia declarou, nesta quarta-feira (11), ilegal a suspensão do Parlamento do Reino Unido.

A medida de suspender a atividade dos parlamentares foi tomada pelo premiê britânico Boris Johnson com o intuito de impedi-los de tentar barrar a saída do país da União Europeia sem um acordo na data atualmente prevista, que é em 31 de outubro.

A decisão escocesa anula uma sentença anterior do mesmo tribunal, que tinha afirmado que o primeiro-ministro não havia infringido a lei ao suspender o Parlamento.

Porém, a decisão do Tribunal não afetará de imediato o fechamento da Casa, que teve seu último expediente na segunda-feira (9).


Fonte: Renova Mídia



Postar um comentário

Postagem em destaque

Amazonas Energia será denunciada por cobranças abusivas e interrupções

Por iniciativa do vice-presidente da Comissão de Obras, Patrimônio e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa do Amazonas (CGESP/Aleam)...

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes