Apuração atrapalhada para a escolha de novos conselheiros tutelares leva mais de oito horas

O pleito para a escolha dos novos conselheiros tutelares terminou às 17h e a prefeitura de Manaus, que investiu R$ 207 mil em parada de ônibus, não conseguiu comprar um sistema que pudesse dar o resultado em tempo rápido, já que foram usadas urnas eletrônicas.

Se comparados as eleições para governador, prefeito, deputados e vereadores (que envolvem todo o Estado, onde o TRE divulga o resultado em poucas horas), a apuração de ontem, para os conselheiros foi, digamos, no mínimo estranha.

A apuração encerrou-se às 2h desta segunda-feira, 7/10. No total, foram eleitos 45 conselheiros tutelares e 90 suplentes, que irão trabalhar para garantir os direitos de crianças e adolescentes em cada zona da cidade. A relação dos eleitos por zona pode ser conferida no sitehttp://sistemas.semasc.manaus.am.gov.br.

A computação dos votos teve início às 18h, no auditório Isabel Victoria de Mattos Pereira do Carmo Ribeiro, localizado na sede da Prefeitura de Manaus, no bairro Compensa, zona Oeste. Cada uma das nove zonas da cidade, elegeu por voto popular cinco conselheiros titulares e dez suplentes.

A posse dos conselheiros eleitos acontecerá no dia 10 de janeiro de 2020.


Foto – Nathalie Brasil /Semcom



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes