Desembargador volta atrás e determina que Alejandro Valeiko deixe o presídio e seja conduzido ao 19º DIP

O desembargador José Hamilton Saraiva dos Santos, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), voltou atrás, nesta terça-feira (08), e determinou que Alejandro Molina Valeiko, filho da primeira-dama do município de Manaus, Elizabeth Valeiko, deixe o Centro de Detenção Provisório Masculino, onde deveria ficar preso por 30 dias até a conclusão do inquérito que investiga a morte do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, para cumprir decisão temporária no 19º DIP.



Postar um comentário

Postagem em destaque

Marinha abre 900 vagas em concurso para jovem aprendiz

A Marinha do Brasil abrirá, no próximo mês, inscrições para um concurso que terá como objetivo preencher 900 vagas de aprendiz de marinhei...

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes