Dom Sérgio Castriani recebe a medalha Ruy Araújo na Aleam

A entrega da medalha Ruy Araujo ao arcebispo metropolitano de Manaus, Dom Sérgio Eduardo Castriani, tocou o coração dos participantes da sessão especial, realizada hoje (1º), por iniciativa da deputada professora Therezinha Ruiz (PSDB), em conjunto com o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Josué Neto (PSD).

Aos 65 anos, com a saúde debilitada, Dom Sérgio recebeu a maior honraria do Poder Legislativo Estadual, em reconhecimento à sua missão sacerdotal de mais de 40 anos na Amazônia. Natural de Regente Feijó, no interior de São Paulo, o arcebispo adotou o Amazonas, de onde não pretende ir embora, conforme declarou em seu pronunciamento, lido pelo bispo auxiliar Dom Edmilson Canavarro dos Santos.

Nas palavras do presidente Josué Neto, a homenagem teve o significado da gratidão, pelo compromisso da evangelização, da fraternidade e da fé, que Dom Sérgio dedicou ao povo amazonense ao longo de quatro décadas. “Que o legado de Dom Sérgio sirva de inspiração à juventude, diante da triste realidade em que vivemos“, ressaltou o deputado.

Em seu pronunciamento, a deputada professora Therezinha Ruiz, destacou a atuação visionária do líder religioso, na proteção ambiental da região e na sua rica vivência levando o Evangelho às comunidades interioranas, especialmente do Solimões, durante os 14 anos em se dedicou como bispo, à Prelazia de Tefé.

“Dom Sérgio é merecedor desta honraria, pela sua longa caminhada missionária na Amazônia, difundindo a palavra de Jesus entre as populações interioranas, ensinando os valores cristãos do amor e do respeito á família, aos jovens e ás crianças”, salientou Therezinha Ruiz.

A deputada lembrou que Dom Sérgio foi empossado em 2013, como o sexto arcebispo da Igreja Católica de Manaus, e abraçou com o coração cheio de esperança, a responsabilidade de gerenciar uma complexa estrutura que integra centenas de igrejas, pastorais sociais e unidades sócio-assistenciais no Estado do Amazonas.

“É este pastor da Igreja Católica, amazonense de coração, que conhece a realidade da região e conviveu com as populações ribeirinhas, que homenageamos por conduzir os rumos da igreja com sabedoria, humildade e respeito ao povo cristão”, frisou Therezinha.

Representando a mesa que conduziu a sessão especial, o defensor público Thiago Nobre Rosas, destacou a trajetória de Dom Sérgio, vivida com simplicidade e sabedoria, e que segundo ele, conquistou a confiança e o coração dos amazonenses, transmitindo o amor de Deus diante do sofrimento humano.

Amor ao Amazonas

“Aprendi a admirar o povo ribeirinho e os indígenas que habitam o nosso Estado, ao contemplar as maravilhas de Deus na natureza e na história”, exalta Dom Sérgio em seu discurso de agradecimento, lido por Dom Edmilson. “Viver na Amazônia profunda como eu pude viver durante longos anos, foi um privilégio”, completa.

Em Manaus, ele lembra que encontrou um povo que tem história, arte, música, cultura. E confessa a paixão pela literatura amazonense, pelos poetas e contadores de histórias. “Gosto dos festivais folclóricos e das festas populares. Mas admiro também os clássicos quando apresentados no Teatro Amazonas” salienta.

Mas reage, também, afirmando que lhe faz mal visitar casas na periferia que são verdadeiros pardieiros, e as ocupações, afirma, são o contrário de tudo o que sonham as pessoas que vem para a cidade. “Dói na alma ver o povo refém de bandidos que tiram o pouco do dinheiro que tem, em troca de proteção”, reclama.

Ele afirma, no entanto, acreditar num Amazonas mais justo e mais fraterno, com lideranças comprometidas com o desenvolvimento sustentável. “Apesar da minha condição de saúde, quero me comprometer a fazer aquilo que me é possível para que possamos nos orgulhar do nosso Estado”, conclui.

Participaram da sessão especial o diretor presidente da TV Cultura, Oswaldo Lopes; o procurador da República no Amazonas, Edmilson Barreiros; o secretário municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antônio Nelson; a desembargadora Socorro Guedes; o promotor de Justiça, Públio Caio; o empresário Maurino Nogueira de Azevedo; o major aviador Felipe Marques e o coronel César Gomes.


Foto: Assessoria



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes