Iniciativa da Susam é reconhecida nacionalmente entre os cinco melhores projetos do Prêmio InovaSUS

Com a iniciativa "Percurso teórico metodológico de implantação do Núcleo de Educação Permanente em Saúde na Atenção Domiciliar - NepSAD/SUSAM, Melhor Em Casa", a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) garantiu, na última sexta-feira (04/10), a premiação entre as cinco melhores do Prêmio InovaSUS 2019, do Ministério da Saúde (MS). Ao todo, 194 iniciativas de secretarias municipais e estaduais do Brasil foram inscritas e o projeto da Susam ficou em segundo lugar, com nota 9,60.

O prêmio no valor de R$ 250 mil será destinado ao Programa Melhor em Casa, que oferece atendimento domiciliar em substituição à internação hospitalar.

"Que sirva de motivação para aperfeiçoar ainda mais esse serviço e que as pessoas possam se sentir melhor acolhidas nesse tratamento que a gente já faz com muita humanização, por meio do Programa Melhor em Casa", ressaltou o secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias.

De acordo com a gerente de Assistência Domiciliar e Programas Comunitários da Susam, Leida Bressane, dentro da atenção domiciliar percebeu-se a necessidade da qualificação dos profissionais e a melhoria dos processos de trabalho levando em consideração as particularidades locais e o que tem a dizer o coletivo de trabalhadores. Então, foi implementada a política de educação permanente em saúde, sendo a iniciativa elaborada pela equipe técnica de atenção domiciliar - Melhor em Casa.

Para a gerente, neste ano, a nova gestão da Susam demonstrou interesse na temática ao instituir a portaria para institucionalizar a educação permanente nas unidades de saúde da rede estadual.

“Nós fomos reconhecidos nacionalmente, que essa metodologia é muito boa para implantar o núcleo de educação permanente nas unidades de saúde”, disse Leida.

Desde 2011, o Departamento de Gestão do Trabalho em Saúde, do MS, investe em inovação na saúde por meio de ações como o Prêmio InovaSUS.

A premiação para os cinco primeiros colocados, dentro de cada temática, é de R$ 250 mil. No caso do Amazonas, o prêmio será destinado para o Programa Melhor em Casa, que elaborou a iniciativa vencedora.

O prêmio InovaSUS incentiva e reconhece as ações e experiências inovadoras na Gestão do Trabalho em Saúde, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), que proponham ações que levem à melhoria de indicadores assistenciais e/ou redução de custos.

No período de 07 a 11 de outubro ocorre a interposição de recursos em relação aos premiados e no dia 25 deste mês são homologados os finalistas.

Sobre o Melhor em Casa – O programa reúne um conjunto de ações de promoção à saúde, prevenção e tratamento de doenças e de reabilitação, realizadas em domicílio por equipes multiprofissionais. Atualmente, 520 usuários são atendidos pelo programa em Manaus.

Uma das finalidades do “Melhor em Casa” é reduzir o tempo de internação hospitalar de pacientes que estejam com o quadro estabilizado, sem agravamento, mas ainda necessitando de cuidados sistemáticos, como curativos, trocas de sonda, medicação, fisioterapia respiratória, entre outros procedimentos terapêuticos ou profiláticos, que podem ser realizados em casa.


Foto: Divulgação/Susam



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes