Papa encontra padre dos EUA conectado ao movimento LGBT

O papa Francisco ofereceu uma audiência privada de grande destaque ao padre jesuíta James Martin, dos Estados Unidos.

O proeminente religioso foi alvo de duras críticas por grupos católicos e veículos de mídia conservadores por ministrar para homossexuais.

Martin, jesuíta como o papa, é autor do livro de 2017 “Construindo uma Ponte: Como a Igreja Católica e a Comunidade LGBT Podem Iniciar um Relacionamento de Respeito, Compaixão e Sensibilidade”, informa a agência Reuters.

Em mensagem publicada no Twitter após o encontro com o papa, Martin disse que “compartilhou com ele as alegrias e esperanças e as tristezas e ansiedades dos católicos LGBT e das pessoas LGBT de todo o mundo. Fiquei muito grato de me encontrar com este pastor maravilhoso”.

Um dos blogs conservadores que criticam Martin com frequência, o Rorate Caeli, tuitou logo depois que a audiência veio a público: “É a festa da Santa Roma Gay”. Em outro tuíte, o Rorate Caeli disse: “Se isso não é um endosso, nada é.”


Fonte: Renova Mídia



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes