Polônia rejeita plano da UE para redistribuição de migrantes

A embaixadora da Polônia na Itália, Anna Maria Anders, disse que o governo em Varsóvia só acolherá migrantes que compartilham tradições linguísticas e culturais com o povo polonês.

Segundo informações do jornal italiano Il Giornale, Anders declarou: “A UE quer redistribuição, mas não mudamos nosso ponto de vista. Varsóvia já está fazendo muito. Na Polônia, existem dois milhões de ucranianos, muitos dos quais fugiram de zonas de guerra. Eles se integram bem, compartilham em parte nossa língua, tradições e cultura.”

Ela enfatizou a importância do cristianismo na Polônia ao afirmar que o papel da religião na nação polonesa deve ser respeitado: “Por quase meio século, não tivemos a oportunidade de mostrar nossa bandeira, demonstrar livremente, cantar nossos slogans e hino. Agora, temos a liberdade de fazê-lo e não é possível ser classificado como nacionalista apenas porque orgulhosamente demonstramos nossa identidade.”


Fonte: Renova Mídia



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes