SSP-AM deflagra Operação Cruzada e tem como alvo traficantes e membros de facções na zona norte de Manaus

A zona norte de Manaus é alvo da segunda fase da Operação Cruzada, da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). Deflagrada na manhã desta sexta-feira (04/10), a operação está cumprindo mandados de prisão, busca e apreensão relacionados ao tráfico de drogas e crimes conexos. São mais de 500 agentes da segurança pública envolvidos na ocupação da área visando a captura de pessoas ligadas à organizações criminosas.

Os trabalhos de inteligência em campo estão ocorrendo desde o dia 27 de setembro. A coordenação da operação é do secretário de segurança, coronel Louismar Bonates, com o Comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte, e o delegado-geral da Polícia Civil, Lázaro Ramos. Hoje estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão em um bairro e uma invasão a partir de investigação realizada pela Polícia Civil, por meio dos Distritos Integrados de Polícia que atuam nos bairros da zona Norte. São cerca de 100 alvos.

Desde as primeiras horas da manhã, 40 equipes de policiais civis e militares estão em incursões, cumprindo mandados em busca de suspeitos de atividades criminosas. A Operação envolve a Polícia Militar, Polícia Civil, Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Departamento de Polícia Técnico-Científica, Departamento Integrado de Operações Aéreas e Corpo de Bombeiros.

Para suporte às equipes nas ruas, a SSP montou um plantão reforçado para recebimento de denúncias anônimas através do telefone 181, o disque-denúncia. Segundo o secretário de segurança, a população poderá auxiliar os trabalhos policiais em tempo real, apontando a localização de suspeitos e o endereço de bocas de fumo.

Além da varredura policial, estão sendo montadas três barreiras de trânsito para fechar o cerco em possíveis rotas de fuga, além do monitoramento aéreo da área.

Zona sul - A primeira fase da Operação Cruzada Sul foi realizada no mês de setembro em 12 bairros da zona sul de Manaus. Foram cerca de duas semanas de trabalhos, com 62 prisões de pessoas suspeitas de crimes como tráfico de drogas, roubos e homicídios.


Foto: Alailson Santos / PCAM


Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes