Dia D recolhe 3,6 toneladas de resíduos e recebe artista internacional

O Dia D realizado na manhã deste sábado, 9/11, no Parque Municipal do Mindu, no Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul, coletou 3,6 toneladas de resíduos das margens do igarapé do Mindu, numa grande mobilização em favor do combate ao descarte irregular de resíduos no meio ambiente. No total, foram retiradas 20 bags, cada uma com 120 quilos, e mais 200 sacos de fibra, de 60 quilos cada, repletos de lixo trazido pela correnteza para o parque. A ação foi promovida pela Prefeitura de Manaus, por meio da secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e Limpeza Urbana (Semulsp).

O evento contou com a presença de mais de 700 pessoas, entre estudantes, professores e colaboradores voluntários de instituições de ensino e da empresa Keihin Tecnologia do Brasil, apoiadora da atividade desde a primeira edição, e a visita especial do cantor e multi-instrumentista da Geórgia – antiga república soviética -, Bera Ivanishvili, defensor da causa amazônica e que lidera um movimento de defesa da floresta, o #actionforamazon, junto aos seus milhões de seguidores na internet, em todo o mundo.

Famoso sobretudo nos países do leste europeu, o jovem artista, de 23 anos, chegou a Manaus neste sábado, em sua primeira visita a Amazônia, e fez questão de conhecer a unidade de conservação municipal. Recentemente, fez uma doação de US$ 1,4 milhão à ong ISA, para o combate aos focos de incêndio na Amazônia. O cantor se surpreendeu com a mobilização em torno do igarapé e fez o plantio simbólico de mudas no parque.

A subsecretária municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Aldenira Queiroz, destacou que todos os anos o Dia D ganha em importância e participação da sociedade. "A cada ano temos um número maior de participantes e hoje ganhamos essa projeção internacional com a presença do cantor Bera, que com certeza fará ecoar pelo mundo a nossa mensagem de proteção ao igarapé do Mindu", afirmou Aldenira. Ela salientou também a relevância das parcerias internacionais, incentivadas pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, citando o exemplo da multinacional japonesa Keihin, que apoia todos os anos a realização do Dia D.

O diretor-presidente da Keihin, Tatsuo Oishi, ressaltou ser uma orientação do grupo participar de ações globais e humanitárias. "A causa ambiental é importante para todos nós e estar aqui há cinco anos realizando este evento em parceria com a Prefeitura de Manaus é uma forma também de trazermos a nossa cultura para contribuir com a cidade", afirmou o executivo japonês.

Levado a participar da ação por uma amiga, que trabalha na Keihin, George Lima da Silva, 20, considera fundamental essa reflexão sobre a atitude do homem diante da natureza. "Sou apoiador dos movimentos em favor do meio ambiente e saber que estamos aqui por conta da atitude de pessoas que jogam seu lixo na rua e nos igarapés nos faz parar para pensar que cada um deve fazer a sua parte", afirmou. Todo o resíduo recolhido foi destinado pela Semulsp ao aterro controlado do município.


Fotos – Nathalie Brasil / Semcom



Postar um comentário

Postagem em destaque

Amazonas Energia será denunciada por cobranças abusivas e interrupções

Por iniciativa do vice-presidente da Comissão de Obras, Patrimônio e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa do Amazonas (CGESP/Aleam)...

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes