Ex-presidente do STJ na mira de operação da PF

Deflagrada na manhã desta quinta-feira (7), uma operação da Polícia Federal (PF) investiga o pagamento de propina a agentes públicos para suspender e anular a operação Castelo de Areia.

Entre os alvos estão a casa e o escritório do ex-ministro Francisco Cesar Asfor Rocha, que foi presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), e o escritório da Camargo Côrrea.

Realizada em parceria com o Ministério Público Federal (MPF), a operação Appius ocorre após delação premiada de Antonio Palocci Filho, ex-ministro da Fazenda dos governos do Partido dos Trabalhadores (PT).

Ao todo, estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em São Paulo e Fortaleza, informa o portal G1.

A operação Castelo de Areia foi deflagrada no ano de 2009 para apurar os crimes de fraude à licitação, corrupção, lavagem de dinheiro, dentre outros, praticados por representantes da construtora Camargo Corrêa e agentes políticos, para obtenção de contratos públicos.


Fonte: Renova Mídia



Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes