Internos do sistema socioeducativo participam de cursos de reciclagem

A educação ambiental para jovens do sistema socioeducativo é o foco de um projeto realizado ao longo do ano no Centro Socioeducativo Raimundo Parente, por meio da parceria entre a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam).

No projeto “Reciclar”, os internos aprendem sobre a importância do reaproveitamento de resíduos e têm a oportunidade de confeccionar artesanato a partir de materiais recicláveis. Os cursos fazem parte do programa pedagógico adotado pela instituição e são realizados por meio do Cetam na unidade socioeducativa, que atende adolescentes com idades de 12 a 15 anos.

“Seguimos na missão de reintegrar nossos jovens. Projetos como o Reciclar são fundamentais nesse sentido, porque mostram a eles a necessidade de preservarmos nossos recursos e de pensar em soluções sustentáveis para o dia a dia”, destacou a titular da Sejusc, Caroline Braz.

Além do foco na educação ambiental, o projeto também aborda questões como a autonomia financeira e o bem estar ocupacional dos internos.

Sistema – O Centro Socioeducativo Senador Raimundo Parente é uma das unidades de internação do Estado. Lá, o adolescente pode ficar por até três anos, sendo submetido a avaliação institucional a cada seis meses, com possibilidade de substituição de medida para o meio aberto.

A Sejusc administra os cinco Centros Socioeducativos do Amazonas, que têm por finalidade promover o cumprimento da medida socioeducativa de internação, com a fiel observância ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e às diretrizes do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase), incumbindo a seus dirigentes e servidores zelar pela integridade física e mental dos adolescentes e adotar as medidas adequadas de educação, contenção e segurança.

O departamento garante os direitos sociais dos adolescentes e executa as medidas aplicadas pela autoridade judiciária, visando a inclusão social e a construção de alternativas que contribuam para a revisão de hábitos e valores morais.

Nos cinco centros administrados pela Sejusc, são oferecidas atividades como rodas de conversa, acompanhamento psicológico, atividades pedagógicas, oficinas terapêuticas e palestras.

Fotos: Divulgação/Sejusc



Postar um comentário

Postagem em destaque

Josué participa do EcoFestival e anuncia recursos para alavancar turismo em Novo Airão

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Josué Neto, anunciou neste sábado (16) que destinará R$ 1 milhão em emendas pa...

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes