Solenidade marca apresentação de nova gestão administrativa do MPF no Amazonas

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou publicamente a nova composição da chefia administrativa do órgão e também da Procuradoria Regional Eleitoral no Amazonas para o próximo biênio, em solenidade realizada na última terça-feira (5), com a presença de autoridades de outras instituições, servidores e procuradores da República.

Thiago Pinheiro Corrêa e Michèle Diz Y Gil Corbi, que tomaram posse formalmente como procurador-chefe e procuradora-chefe substituta no último dia 1º de outubro, receberam as felicitações e mensagens de apoio do ex-procurador-chefe Edmilson Barreiros, que comandou o órgão nos últimos quatro anos e foi homenageado no evento. “Desejo, antes de tudo, sabedoria para os novos eventos que se avizinham e desejo que vocês tenham não apenas paciência, que é importante, mas um coração aberto”, destacou Barreiros.

O procurador-chefe Thiago Pinheiro Corrêa agradeceu servidores e procuradores da instituição pela confiança nele depositada e destacou aspectos referentes a sua trajetória profissional, à natureza das funções do Ministério Público e aos compromissos profissionais do cargo.

“No exercício da chefia administrativa da Procuradoria da República do Estado do Amazonas, pretendo exercer minhas funções de forma republicana e transparente, com olhos voltados ao interesse público, com a presteza e prudência que as demandas administrativas que nossa unidade reclamam, com proximidade em relação a ordens e instituições de Estado, com absoluto respeito aos membros, servidores, terceirizados e estagiários da Procuradoria, e com absoluto respeito à sociedade do Amazonas, a quem servimos e dedicamos o nosso trabalho”, discursou.

Michèle Diz Y Gil Corbi, que assumiu o cargo de procuradora-chefe substituta, frisou a necessidade de uma gestão que continue a aproximação entre o Ministério Público Federal e os cidadãos do Amazonas, tendo em vista as complexidades e peculiaridades do estado, e destacou ainda que buscará, durante o biênio, agregar novas experiências às práticas que vêm sendo desenvolvidas.

A solenidade também registrou publicamente a posse dos procuradores da república Rafael da Silva Rocha e Armando César Marques de Castro nos cargos de procurador regional Eleitoral e procurador regional Eleitoral substituto no Amazonas. Os procuradores foram designados por meio da Portaria PGR 968, de 27 de setembro de 2019.

Trajetórias – Thiago Pinheiro Corrêa é membro do Ministério Público Federal desde 2014. Natural do Rio de Janeiro, tem 31 anos e atualmente exerce as funções de procurador da República no Amazonas desde janeiro de 2017, como titular de um dos ofícios do Núcleo de Combate à Corrupção. É pós-graduado em Direito pela Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU) e atualmente está concluindo mestrado em Direito pela Universidade Católica de Brasília (UCB).

Entre novembro de 2014 e dezembro de 2016, exerceu as funções na Procuradoria da República no Município de Cruzeiro do Sul, no Acre, onde integrou o grupo de controle externo da atividade policial durante 2016. No Amazonas, já atuou como procurador regional Eleitoral auxiliar durante as eleições suplementares de 2017 e nas eleições de 2018, além de integrar a Força-Tarefa da Operação Maus Caminhos.

Michèle Diz y Gil Corbi é membro do Ministério Público Federal desde 2016. Natural de São Paulo (SP), tem 31 anos e exerce as funções como procuradora da República na Procuradoria da República no estado do Amazonas desde dezembro de 2017, com atuação como procuradora regional dos Direitos do Cidadão substituta e em questões afetas a direito do consumidor e ordem econômica.

Entre novembro de 2016 e novembro de 2017, exerceu as funções na Procuradoria da República no Município de Santarém (PA). Desde 2018, é integrante dos Grupos de Trabalho Reforma Agrária e Migração e Refúgio, vinculados à Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão. É pós-graduada em Direito pela Escola Superior do Ministério Público da União e pela Fundação Getúlio Vargas. Graduada em Direito pela Universidade de São Paulo.


Fonte: Assessoria de Comunicação da
Procuradoria da República no Amazonas


Postar um comentário

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes