FVA realiza nova oficina de prevenção de incêndios florestais em Novo Airão

Entre os dias 3 e 5 de dezembro acontece a segunda edição da Oficina de Prevenção de Queimadas e Incêndios Florestais do Mosaico do Baixo Rio Negro (MBRN), que busca capacitar lideranças e comunitários das unidades de conservação dessa região para o combate a ocorrências com fogo. A atividade acontece no Espaço FVA, no município de Novo Airão, no período de 8h às 18h, e desta vez é uma realização da Fundação Vitória Amazônica (FVA), com apoio do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA) e financiamento do WWF-Brasil.

Entre os temas que serão contemplados durante o treinamento estão: noções sobre prevenção de queimadas, combate de incêndios, primeiros socorros, climatologia e agricultura sem fogo. A oficina também vai ser um espaço para os participantes discutirem detalhes da criação de uma associação de brigadistas do Mosaico do Baixo Rio Negro, ideia apresentada pelos comunitários durante a primeira formação, realizada no mês de novembro pela SEMA.

A oficina prevê ainda momentos para a prática daquilo que for ensinado ao longo dos encontros. Os participantes passarão por um treinamento para a construção de abafadores, instrumento útil no combate aos focos de calor, e produzirão dois programas de rádio com foco na disseminação da mensagem de prevenção dos incêndios florestais nas unidades de conservação.

A consultora em comunicação e secretária executiva voluntária do MBRN, Ana Cíntia Guazzelli, explica que os programas serão produzidos por dez jovens e lideranças que já haviam participado do projeto de formação em rádio Tocando o Barco, realizado pela FVA no mês de agosto, também em Novo Airão.

“Será a segunda vez que esse grupo, formado por moradores das unidades de conservação do Mosaico, vai se reunir para dar continuidade à formação em rádio. Vamos contar com a presença do radialista Anderson Santos, da Rádio Rio Mar, que vai dar instruções de edição, dentre outros tópicos”, disse ela.

Continuidade

Em fevereiro de 2020 a FVA realizará mais um módulo da oficina, desta vez abordando o uso de ferramentas abertas de monitoramento e avaliação geral do projeto. Em paralelo, a Fundação está desenvolvendo produtos de comunicação visando à conscientização sobre o tema, como boletins informativos distribuídos via redes sociais.

As ações integram o projeto “Reforço da prevenção de queimadas e do combate de incêndios florestais no Mosaico Baixo Rio Negro e na Região Metropolitana de Manaus, no Amazonas”, uma parceria entre a FVA e o WWF-Brasil. Ao final, a iniciativa deve beneficiar cerca de 60 pessoas de forma de direta e 1.000 de forma indireta.

Participam do projeto brigadistas voluntários do Parque Estadual do Rio Negro Setor Norte, da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Puranga-Conquista, da RDS do Rio Negro e do Parque Nacional de Anavilhanas.

Sobre o MBRN
Inserido no Corredor Central da Amazônia, na Reserva da Biosfera da Amazônia Central, no Sítio Ramsar do Rio Negro e em parte de uma área que é Patrimônio Natural da Humanidade, o Mosaico do Baixo Rio Negro é composto por 11 Unidades de Conservação que protegem uma grande diversidade de espécies da fauna e flora e abriga numerosas espécies ameaçadas de extinção. Essas características conferem a essa região a classe de área de extrema importância para a conservação.




Postar um comentário

Postagem em destaque

Crianças e adolescentes que vivem em unidades de acolhimento recebem presentes de Natal arrecadados pelo projeto Árvore Encantada

Cerca de 230 crianças e adolescentes, que estão hoje em oito unidades acolhedoras de Manaus, receberam na tarde da quarta-feira (04) os pr...

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes