Filho de ex-Polegar disse que foi ao céu e teve que voltar

O ex-Polegar, Alan Frank, relatou o susto que passou quando retornava de uma viagem com a família. Ele estava no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, acompanhado pela mulher Fernanda Soglia, os gêmeos Luigi e Luca e o filho mais velho Natan, de 19 anos.

Frank relatou à revista Marie Clarie que, enquanto aguardava as bagagens, Luigi se engasgou enquanto bebia água. O menino vomitou e um pedaço de alimento obstruiu as vias aéreas e ele teve uma parada respiratória.

Luigi ficou desacordado por quase dois minutos, mas Frank, que é médico oftalmologista, conseguiu salvar o menino aplicando os primeiros socorros. Após várias tentativas sem sucesso, ele fez uma respiração boca-nariz e o menino voltou a respirar. A equipe médica do aeroporto chegou para prestar atendimento e a criança foi transferida para um hospital em São Paulo.

– A corzinha dele voltou, mas ele estava em coma. Um pesadelo terrível. Pegaram o acesso venoso dele e quando furaram sua mãozinha ele gritou ‘ai’. Nesse momento sorri aliviado, pois ainda que permanecesse rebaixado e inconsciente, o fato de responder a estímulos dolorosos melhorava bastante seu prognóstico embora ainda permanecesse em estado grave – relembra.

Ao retomar o estado de consciência, Luigi disse que foi para o céu e o avô materno o mandou voltar. O menino relatou que viu seu corpo no chão e entrou.

– A maior dor da minha vida. Sentia como se a vida do meu filhinho estivesse escapando por entre meus dedos. Uma sensação terrível, a pior que já senti. Fiquei extremamente feliz por Deus ter devolvido meu filhinho, mas me perguntando por que permitiu que passasse por isso. Acho que queria me fazer enxergar algumas coisas ou chamar minha atenção para algo ou abrir meus olhos. Decidi que farei uma grande campanha para ajudar as crianças carentes que não tem acesso ao que nossos filhos podem ter – disse Frank.

Agora, o ex-Polegar pretende oferecer atendimento oftalmológico a crianças de creches e orfanatos de São Paulo. Ele também vai firmar parcerias para o fornecimento de óculos para as que precisarem.

– Levarei um dentista e um pediatra, além de fazer uma campanha para arrecadar e levar alimentos, roupas e brinquedos. Talvez tenha sido isso que Deus queria de mim. As crianças são anjos inocentes sem maldade, sem interesse. Podemos fazer a diferença na vida delas.

Com o susto, Alan aproveitou para deixar um alerta aos pais e deu conselhos para evitar engasgamento.

– Sempre fique alerta para casos de crianças que vomitam com frequência, que tenham refluxo, etc… Ensine os filhos a cortar sempre os alimentos em pedaços pequenos e a os mastigarem muito bem. Seria fundamental também a capacitação de professores e funcionários de colégios, escolas e creches quanto a manobras de reanimação e primeiros socorros.


Fonte: pleno.news



Postar um comentário

Postagem em destaque

Polícia Civil pede o apoio da população para localizar mulher envolvida em roubo a mercadinho na zona leste da capital

O delegado Christiano Castilho, titular do 14° Distrito Integrado de Polícia (DIP), solicita a colaboração de todos na divulgação da image...

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes