Fiscalização ambiental flagra corte de árvores sem autorização em área particular no Tarumã - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Fiscalização ambiental flagra corte de árvores sem autorização em área particular no Tarumã

A fiscalização ambiental da Prefeitura de Manaus flagrou o corte irregular, sem autorização, de oito árvores de grande porte em um terreno particular na Estrada do Cetur, no bairro Tarumã, zona Oeste. Equipes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) registraram o flagrante na última segunda-feira, 27/1.

A equipe, que se encontrava em diligência na área, com a finalidade de apurar denúncias recebidas acerca de desmatamentos ilegais na área, realizou a apreensão de duas motosserras que estavam sendo utilizadas para o corte das árvores.

“Fizemos a apreensão das motosserras e infelizmente não pudemos fazer as demais autuações porque os responsáveis encontrados no local não forneceram documentos e hostilizaram os fiscais, porém cumprimos o nosso dever de proteção ambiental que é o de cessar o dano”, explicou o fiscal Davi Fernandes.

A suspeita é de que o crime ambiental tenha ocorrido no final de semana. “Ao passarmos pelo local, vimos os troncos derrubados e seis indivíduos que não disseram para quem estavam trabalhando”, informou Davi, acrescentando que o próximo passo será identificar o proprietário do terreno para a aplicação das devidas penalidades.

A Semmas é a responsável pela concessão de autorização para corte e poda de árvores em áreas públicas e particulares. Interessados em realizar esse tipo de procedimento devem entrar com pedido junto ao órgão, que realiza vistoria e estabelece uma compensação ambiental para o corte.

No caso de árvores em terrenos particulares, o proprietário se responsabiliza pela execução do serviço. A autorização é o documento que assegura ao responsável pelo corte ou poda a legalidade sobre o procedimento, conforme a Divisão de Manejo e Monitoramento da Arborização da Semmas.

Fotos – Divulgação / Semmas



Nenhum comentário:

Postar um comentário