Humilhada e sem moral, Câmara de Rio Preto da Eva terá que reconduzir vereador cassado por denunciar desvio de verbas na Saúde

Após receber ordens do prefeito Anderson Sousa (PROS), para cassar o mandato do vereador Marcelo Costa (MDB), os vereadores da Câmara Municipal de Rio Preto da Eva (a 58 quilômetros de Manaus), terão que, definitivamente, "engolir" a volta do único parlamentar de oposição no município.

É que nesta quarta-feira (8), a Justiça do Amazonas acatou o Mandado de Segurança impetrado pelos advogados de Marcelo e determinou a suspensão dos efeitos do ato administrativo que culminou com a cassação e mandou que Marcelo seja imediatamente reconduzido ao cargo de vereador do município de Rio Preto da Eva. 

Com a justificativa de “falta de decoro parlamentar”, nove vereadores 'espertinhos' votaram e cassaram no dia 27 de dezembro de 2019 o parlamentar pelo mesmo ter denunciado a secretária Municipal de Saúde, Aila Carla da Costa Bernardino, conhecida por ser o braço direito do prefeito, de ter desviado o montante de R$ 70 mil para beneficiar duas empresas, sendo uma delas ligada a familiares da secretária.

Sinal verde rumo a Prefeitura

Com a exposição e sendo o único que denuncia os atos de corrupção no município, Marcelo vem recebendo inúmeros convites do povo riopretense para ser candidato a prefeito pois, segundo os comentários nas redes sociais, não é de hoje que o município é saqueado pelos governantes, sempre com os olhos fechados dos vereadores. 

Saiba que votou a favor da cassação:

Deiza Parente Aguiar (PP)
Adanilo Ayres Marinho (PDT)
Francisco Batista Silva (Patriota)
Anderson Brito (PPS)
Carlinhos Sousa (PP)
Aldejane Ferreira (PSC)
Aurélio Nogueira (SD)
Harlen Fernandes (PPL)
Josué Nunes (PTB)

Apenas o próprio vereador Marcelo e Osvaldo do Alto Rio Negro (PTN), votaram contra.











Postar um comentário

Postagem em destaque

Presidente do TCE-AM prorroga por mais 15 dias suspensão do expediente

O presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheiro Mario de Mello, prorrogou por mais 15 dias a suspensão do expediente ...

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes