Mãe de Eliza Samudio critica Globo por série sobre Bruno - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

sábado, 11 de janeiro de 2020

Mãe de Eliza Samudio critica Globo por série sobre Bruno

A futura série que deve ser produzida pela Globo sobre o goleiro Bruno, condenado pela morte de Eliza Samudio, continua causando bastante polêmica. E uma das pessoas mais insatisfeitas com a possibilidade da exibição de um conteúdo sobre o caso é justamente a mãe de Eliza, Sonia Moura, que criticou duramente a emissora carioca durante uma entrevista.

– Existe a conversa de que vão fazer. Mas, até então, ninguém me procurou. Ninguém da Globo. Mesmo que procure, está fora de cogitação isso aí. Eu não vou permitir que eles façam essa série – declarou Sonia ao portal E+.

Sônia vive atualmente com o neto, de quem cuida desde os quatro meses de idade, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Na conversa, ela pediu respeito com o neto, hoje com 10 anos, que sofre como vítima de todo o caso envolvendo a morte da mãe.

– Gostaria que as pessoas tivessem mais empatia. Respeitassem mais. Independente de tudo que aconteceu, o meu neto é a maior vítima disso tudo. É uma coisa que ele vai carregar por toda a vida dele – apontou.

Moura disse temer que o neto possa sofrer bullying com uma exposição pesada de toda a história e, que inclusive, conta com a ajuda de uma psicóloga para contar como tudo aconteceu ao neto.

– De repente, a Globo consegue fazer uma série e expor isso num canal aberto. É difícil, né? Venho cuidando para que meu neto não tenha acesso a um monte de coisas disso que aconteceu, e, de repente, vai estar escancarado aos olhos dele. Como o psicológico dessa criança vai ficar? – defendeu.

A mãe de Eliza também afirmou que vê com revolta as notícias envolvendo a possibilidade da contratação do goleiro por clubes de futebol do país.

– Meu sentimento é de revolta. Eu e meu neto até hoje não tivemos o direito de saber e enterrar a Eliza. E ele tem o direito de sair, de ir para onde quiser, viver a vida dele – completou.


Fonte: pleno.news



Nenhum comentário:

Postar um comentário