Piñera quer punir empresas para conter violência no Chile

Sebástian Piñera, presidente do Chile, anunciou, nesta quinta-feira (16), que pretende cobrar uma contribuição previdenciária das empresas.

O objetivo da medida seria obter mais recursos para aumentar o valor das aposentadorias e pensões pagas no país, que vive uma onda de protestos nos últimos meses, com muitos atos registrados de vandalismo e violência.

O Chile adota um sistema de capitalização individual: cada trabalhador contribui com sua própria aposentadoria no futuro, com 10% do valor de seu salário.

De acordo com o novo modelo proposto pelo liberal Piñera, as empresas passarão a pagar um valor de 6% de cada salário, que se somará aos 10% pagos pelos empregados, produzindo um total de 16%.

O presidente chileno disse que enviará o projeto de lei com as mudanças ao Congresso nesta semana.

Piñera ainda afirmou que a medida pretende beneficiar “principalmente as mulheres, a classe média e os adultos maiores com dependência severa”.


Fonte: Renova Mídia



Postar um comentário

Postagem em destaque

Polícia Civil pede o apoio da população para localizar mulher envolvida em roubo a mercadinho na zona leste da capital

O delegado Christiano Castilho, titular do 14° Distrito Integrado de Polícia (DIP), solicita a colaboração de todos na divulgação da image...

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes