Grafites serão destaque no primeiro bairro planejado de Manaus

Há tempos que o grafite deixou de ser uma arte renegada. A cidade de Manaus, inclusive, tem se destacado no incentivo à arte dos muros e das paredes, graças também ao talento de uma geração de artistas visuais que tem deixado sua marca e ajudado a transformar a paisagem urbana da capital.

A novidade é que essa intervenção artística e cultural, geralmente espontânea, tem sido cada vez mais solicitada enquanto elemento de composição urbanística. Prova disso é que o projeto de bairro modelo Parque Mosaico, o primeiro bairro planejado de Manaus, dará espaço privilegiado para a criação de quatro renomados grafiteiros amazonenses.

Denis LDO, Jonisson Oliveira Gnos, Emerson Soft e Robson MegArt se reuniram nesta quarta-feira (5) com o empresário José Henrique Loureiro Lanna, sócio diretor Mixcon Incorporadora, para definir os detalhes da empreitada: uma galeria a céu aberto, com quatro painéis móveis de 24m² com grafites de temáticas amazônicas e uma forte mensagem de preservação ambiental.

A ideia é que as obras de arte se integrem ao conceito sustentável do projeto, que contará com um grande parque ecológico de cerca de 730 mil m², dentro da área do futuro bairro, localizada na zona Centro-Oeste da cidade, entre os bairros Planalto, Lírio do Vale, Jardim de Versalles e Tarumã.

Iniciativa da Incorporadora Mixcon, em parceria com a DPC Empreendimentos, a obra do Parque Mosaico tem prazo para a entrega de dez anos. Na área de 2,5 milhões de m², serão fixadas 25 mil unidades habitacionais para uma população de moradores estimada em 100 mil pessoas.

De acordo com o CEO da Mixcon, José Henrique Loureiro Lanna, além de estimular a conscientização e a prática da preservação, o grafite dará vida à paisagem urbana do novo bairro. A parceria com os artistas visuais também busca promover um sentimento de pertencimento e identidade aos futuros moradores, característica típica dos bairros de Manaus.

“O objetivo também, para além de desenvolver um bairro simplesmente, é promover um sentimento de comunidade. Por isso, vamos promover várias ações que incentivem os aspectos de arte, cultura, de preservação ambiental”, adianta Loureiro, que recebeu pessoalmente os artistas para fechar a parceria.

O grafiteiro Denis Soares ressaltou o fato de poder produzir um trabalho já incorporado a um projeto de expansão urbana planejada na cidade. Ele também defendeu a relevância do tema da preservação, que encontra relação direta com a sua obra, marcada por uma leitura moderna e original do regionalismo.

“É maravilhoso poder mostrar o trabalho que eu tenho, que também se relaciona muito com a natureza”, diz ele. “É um trabalho social maravilhoso, que é bom pra quem vem visitar, pra quem vai morar”, disse Denis.

Robson MegArt, por sua vez, disse que a parceria será “uma honra e uma conquista” para os artistas, já que o trabalho será incorporado definitivamente ao cenário urbano do primeiro bairro planejado de Manaus. “A imaginação já começou a fluir. Já tenho ideia do que vou fazer. Aqui é a casa dos pássaros. Vi muitos pássaros por aqui. Aguardem”, declarou.

Emerson Soft, cujo talento pode ser conferido em muros e painéis gigantescos da cidade, ressaltou a importância da valorização do grafite, que tem proporcionado uma transformação na vida pessoal de artistas antes relegados a uma espécie de segundo escalão.

A galeria a céu aberto poderá ser conferida a partir do dia 18 de fevereiro no Parque Mosaico, que fica localizado no final da Avenida Desembargador João Machado, conhecida como estrada dos Franceses, na Zona Centro-Oeste de Manaus.



Postar um comentário

Postagem em destaque

CUIDADO | Carro preto ataca em Manaus e sequestra criança de 2 anos

O sequestro do menino Erlon Gabriel, de apenas 2 anos, está deixando a sociedade amedrontada e toda a polícia mobilizada para conseguir de...

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes