Na abertura do ‘Muda Manaus’, Wilson Lima anuncia convocação de 796 bombeiros médicos

O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou, nesta quinta-feira (06/02), que 796 profissionais de saúde aprovados no concurso do Corpo de Bombeiros, realizado em 2009, serão convocados. O anúncio foi feito durante a abertura oficial da segunda edição do “Muda Manaus”, que iniciou hoje (06/02) e vai até sábado (08/02), no Centro de Ensino de Tempo Integral (Ceti) Elisa Bessa Freire, bairro Jorge Teixeira I, zona leste da capital.

Para a população, a convocação dos concursados reforçará o atendimento, dando ainda início à implantação de um novo, e complementar, modelo de gestão: um hospital militar.

“Esses profissionais, altamente qualificados, trabalharão no Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, localizado aqui mesmo na zona leste, onde hoje estamos inaugurando mais uma edição do Muda Manaus. Entre essas pessoas, que aguardavam ansiosamente há dez anos por essa decisão, estão clínicos gerais, pediatras, dentistas, ortopedistas, farmacêuticos, enfermeiros, técnicos de enfermagem’’, destacou o governador.

Durante a abertura da segunda edição do Muda Manaus, Wilson Lima assinou o Quadro de Distribuição de Efetivo (QDE), que cria os cargos de profissionais de saúde no Corpo de Bombeiros. Na próxima semana, o governador assinará o Decreto de chamamento, para que os 796 concursados façam o curso de formação, programado para abril. Após o chamamento, é necessário o cumprimento de um prazo de 30 dias para o início do curso que prepara o médico para a carreira militar.

“Hoje nós assinamos esse QDE como atendimento ao que determina a lei, uma decisão judicial. O QDE é necessário para que a gente faça uma readequação, para que eles possam ser enquadrados na carreira de bombeiro militar do Estado do Amazonas. E com o chamamento desses profissionais da área da saúde, vamos transformar o Platão Araújo num hospital bombeiro militar”, detalhou.

A decisão do Governo é histórica, afirma o governador, e teve início em 2014, quando o então defensor público Carlos Almeida ingressou com uma Ação Civil Pública (ACP) na Justiça, pedindo o chamamento dos concursados. Os aprovados tinham a expectativa de atuar nas Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), modelo de assistência que motivou a realização do concurso em 2009, mas que não teve continuidade.

“Hoje no Governo, e com a sensibilidade e determinação do governador Wilson Lima em resolver os problemas da saúde, pudemos organizar o Estado para o recebimento dessas pessoas, que já não tinham mais tanta esperança de serem chamados’’, destacou vice-governador Carlos Almeida, e acrescentou: “Passamos o ano de 2019 reestruturando financeiramente o Estado. Avançamos e por isso podemos fazer essas entregas importantes’’. Ele se refere à contratação direta de terceirizados e agora o chamamento dos bombeiros médicos.

Por ser uma decisão judicial, o chamamento dos bombeiros médicos não será computado no limite de gasto com pessoal, definido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“Para a gente representa um momento de glória, de vitória e alívio. Batemos nas portas de vários governos e todos fecharam as portas na nossa cara. Ninguém nos recebeu. Quem ganha com isso, além dos aprovados e seus familiares é a população do Amazonas. Vamos ter o hospital do Corpo de Bombeiros, que terá atendimento militar, atendimento de excelência e quem ganha com isso é a população do Estado”, destacou Wilson Fernandes, vice-presidente da Comissão dos Aprovados e que será terceiro-sargento, no cargo de técnico de enfermagem.

“Foi uma promessa de campanha e ele está fazendo valer a promessa dele, não está sendo como esses últimos políticos. Mas ele fez e foi uma emoção muito grande. A ficha ainda não caiu, agora que ele assinou o decreto a gente está confiante que vai dar tudo certo", disse Tatiana Silva de Melo, uma das concursadas beneficiadas com a decisão.

Policias Militares – Wilson Lima também anunciou que, ainda este ano, o Governo irá chamar os aprovados no concurso da Polícia Militar do Amazonas (PMAM).

“Nós temos um compromisso muito grande em diminuir o déficit na área de segurança pública, e aqui eu quero fazer referência a uma outra categoria da segurança pública, que são os aprovados também no concurso da polícia, que nós vamos chamar ainda esse ano. Nós já estamos nas tratativas finais juntamente com o secretário de Segurança Pública, com o comandante da Polícia Militar, com apoio aqui dos deputados; o capitão Alberto Neto tem um papel fundamental nesse processo, e nós vamos chamar esses concursados ainda neste ano de 2020”, afirmou o governador.

Márcio Silva Teixeira, da Associação dos Concursados da Polícia Militar, elogiou a decisão do Governo. “Isso é uma conquista, nós estamos brigando desde 2011. Eu represento hoje algo em torno de 1.900 candidatos, nós temos quase 400 que foram chamados agora para entrega de documentos, que vai ser nessa semana, começa a partir de segunda-feira. Foi o único governador que teve coragem de chamar o cadastro de reserva, nós passamos eu acho aí por quatro governos e nenhum governador teve a sensibilidade, nem na questão do candidato que sustenta a sua família, nem na questão da segurança, que nós temos hoje um déficit de mais ou menos 80%”, disse Márcio.

Atividades do “Muda Manaus” – Criado com o objetivo de reduzir a vulnerabilidade social e melhorar a qualidade de vida da população na capital do estado, o Muda Manaus, em sua segunda edição, leva um conjunto de ações e entregas ao bairro Jorge Teixeira, que abriga cerca de 128 mil pessoas e é o mais populoso da zona leste.

“Estamos trazendo 24 órgãos do Governo do Estado para fazer atendimentos nas áreas de infraestrutura, saúde, justiça e cidadania. Aqui vamos fazer também a recuperação de alguns escadões, de uma ponte, do campo de futebol do Jorge Teixeira 2ª Etapa. Vamos fazer também a revitalização da praça de alimentação, já visando o aniversário do bairro, o pessoal vai ter um espaço revitalizado, pronto para fazer as comemorações”, anunciou o governador Wilson Lima.

Na primeira edição do programa, no bairro Mutirão (zona norte), 23 mil pessoas foram atendidas. A expectativa para a segunda edição é alcançar a marca dos 25 mil atendimentos. Nesta sexta-feira, segundo dia de atendimento, as ações acontecem das 8h às 17h, e no sábado, das 7h30 às 14h.

Os serviços incluem os seis eixos de atuação do “Muda Manaus”: Educação, Esporte e Lazer; Emprego e Renda; Infraestrutura, Habitação e Saneamento Urbano; Justiça, Cidadania, Cultura e Assistência Social; Saúde e Assistência Familiar; e Segurança e Ordem Pública.


Fotos: Tácio Melo e Michel Melo



Postar um comentário

Postagem em destaque

CUIDADO | Carro preto ataca em Manaus e sequestra criança de 2 anos

O sequestro do menino Erlon Gabriel, de apenas 2 anos, está deixando a sociedade amedrontada e toda a polícia mobilizada para conseguir de...

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes