Ordem de prisão contra Kirchner é anulada na Argentina

A Justiça da Argentina anulou, nesta segunda-feira (10), a última ordem de prisão contra a vice-presidente Cristina Kirchner.

A ex-presidente corria risco de ser detida por conta da investigação dos “cadernos da corrupção”, que apura supostos subornos milionários pela concessão de obras públicas.

Embora a detenção preventiva de Kirchner tenha sido decretada em cinco processos, elas não foram executadas devido às prerrogativas de seus cargos, primeiro de senadora e agora de vice-presidente.

Há pelo menos oito figuras do primeiro escalão de governos kirchneristas anteriores que respondem a processos por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Cristina ainda responde a outros sete processos, a maioria por acusações de corrupção, os quais ela atribui a uma perseguição política, informou uma fonte judicial à agência France-Presse.


Fonte: Renova Mídia



Postar um comentário

Postagem em destaque

CUIDADO | Carro preto ataca em Manaus e sequestra criança de 2 anos

O sequestro do menino Erlon Gabriel, de apenas 2 anos, está deixando a sociedade amedrontada e toda a polícia mobilizada para conseguir de...

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes