Polícia Civil prende integrante de facção criminosa que atua em invasões de terras na capital

Na manhã desta sexta-feira (31/01), policiais civis da 2ª Seccional Norte e 5ª Seccional Centro-Sul cumpriram mandado de prisão temporária em nome de Franciney Sevalho do Remédio, conhecido como “Ney Gordo”, durante ação no bairro Cidade de Deus, zona norte de Manaus. O infrator é apontado como um dos líderes de uma facção criminosa. Ele atuava nas invasões Monte Horebe, Itaporanga, ambas na zona norte, e, também, na invasão Coliseu, na zona leste da cidade.

O resultado da ação foi divulgado durante coletiva de imprensa, na Delegacia Geral de Polícia Civil, no Dom Pedro, zona centro-oeste. Franciney estava sendo investigado por envolvimento com o tráfico de drogas, extorsão, milícia privada, além de vendas irregulares de terras em invasões na capital e era um dos alvos das operações “Domínio da Lei”, deflagradas por órgãos da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), nas quais foram realizadas incursões policiais de grande porte, em ocupações irregulares de terras na capital, com intuito de reprimir o tráfico de drogas.

“Nós temos elementos de informação contundentes no sentido de que ele é o responsável por alugar armas para diversos assaltos que acontecem aqui na cidade de Manaus, e esse dinheiro para aquisição dessas armas é decorrente dessas extorsões que acontecem nas invasões”, disse titular da Seccional Norte, delegado Bruno Fraga.

O delegado Rafael Allemand, titular da 5ª Seccional Centro-Sul, disse que “Ney Gordo” estava com dois comparsas no momento da prisão. Eles atiraram nas equipes policiais. “Nós demos voz de parada. Nós nos apresentamos como Polícia Civil, ele empreendeu fuga e começou a troca de tiro. Nessa troca de tiro, ele foi alvejado na região do abdômen, na região da perna. Os soldados que estavam com ele conseguiram empreender fuga”, disse o titular da Seccional Centro-Sul.

Com “Ney Gordo”, os policiais apreenderam uma pistola 380, com munições do mesmo calibre. O infrator foi levado para atendimento médico em um hospital da zona leste da cidade.

Allemand destacou, ainda, que “Ney Gordo” é comparsa de Reginaldo Soriano, conhecido como “Baiaca”, preso no último dia 23 de janeiro, pelas equipes da Seccional Centro-Sul. “Baiaca” também era um dos alvos das operações “Domínio da Lei”.

Procedimentos – Os delegados explicaram que Franciney será autuado em flagrante por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e associação criminosa. Em razão do mandado de prisão, Franciney será indiciado por homicídio, organização criminosa, constituição de milícia e tráfico de drogas. Quando receber alta hospitalar, o infrator será conduzido a uma unidade prisional da capital.


Foto: Alailson Santos/PC-AM



Postar um comentário

Postagem em destaque

Presidente do TCE-AM prorroga por mais 15 dias suspensão do expediente

O presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheiro Mario de Mello, prorrogou por mais 15 dias a suspensão do expediente ...

 
Copyright © Chefão da Notícia. Templates Designed by OddThemes