Samba com Moças é mais nova pedida do samba amazonense - Chefão da Notícia

Últimas Notícias

Home Top Ad

Post Top Ad

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Samba com Moças é mais nova pedida do samba amazonense

Por muito tempo, nas rodas de samba, nos palcos, nos instrumentos e nas composições, as mulheres não tiveram vez. Esses lugares eram redutos masculinos, mas, aos poucos a essência feminina foi ocupando também esses espaços e ultrapassou a posição de "musa inspiradora" ou de dançarina.

Sob o comando de mulheres cantoras e instrumentistas, o grupo “Samba com as Moças” nasceu da necessidade de reunir mulheres que tocassem samba num mundo ainda dominado pelos homens no cenário musical manauara. Recém-lançado, o grupo conta com três músicas autorais no repertório e pretende incluir mais, mesclando autorais com músicas conhecidas.

A banda é composta por: Izabel Barros e Renata Bentto (voz), Aléxia Fernandes (cavaco), Alessandra Vieira (surdo), Thayane Rios (Tantan), Rafaela Bittencourt (Pandeiro), Hácara Ariela (bateria), Carla Machado (flauta). Elas também contam ainda com a participação de Ailton Freitas no violão.

Todas as integrantes já tinham ligação com a música e trazem no currículo trabalhos anteriores. A ideia de montar uma banda de samba surgiu de uma conversa entre Alessandra Vieira e Thayane Rios, que se conheceram num grupo de Whatsapp de percussionistas do Amazonas e perceberam que eram as únicas mulheres por lá. Thayane lançou a proposta e Alessandra aceitou na hora. E há dois anos elas vêm tentando reunir mulheres que também abraçassem a ideia.

"Quando iniciamos esse projeto percebemos a dificuldade de encontrar mulheres cantoras e instrumentistas em Manaus. Não se encontra em qualquer esquina, como acontece com os homens, é raro. Essa deficiência foi o que mais nos impulsionou, pois sabíamos que seriamos novidade e é uma ponte para introduzir mais mulheres amazonense nesse universo ainda bem masculino", disse Alessandra Vieira, integrante e líder da banda.

A música “Ei, Mulher!” de autoria da Alessandra, foi incluída no repertório da banda e concorreu ao Festival da Canção de Itacoatiara (Fecani), em 2019 e foi interpretada por uma das vocalistas, Renata Bentto. As duas são do município de Rio Preto da Eva. Outra que também veio do interior do Amazonas para se juntar ao grupo é Aléxia Fernandes, do município de Anorí. Ela toca cavaco e violão.

Para conhecer melhor o trabalho do Samba com Moças, é só acessar as páginas delas no Instagram @sambacomasmocas, no Facebook e no YouTube Samba Com as Moças. Maiores informações podem ser obtidas através do telefone (92) 99325-4416.


Foto: Divulgação/Samba com Moças



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Páginas