CNN altera matéria após ser acusada de publicar propaganda chinesa

A emissora norte-americana CNN modificou uma reportagem em seu portal, nesta quarta-feira (15), depois de ter sido amplamente acusada de publicar “propaganda chinesa”.

Na segunda-feira (13), o jornal publicou uma matéria sobre o Exército Popular de Libertação da China (PLA). Citando um veículo da imprensa estatal chinesa, a manchete original dizia que a “Marinha da China está controlando o coronavírus”.

A história foi amplamente criticada nas redes sociais, como foi o caso da secretária de imprensa Kayleigh McEnany e do senador Josh Hawley.

Até mesmo jornalistas da velha imprensa condenaram o artigo.

“Estou horrorizado que a CNN tenha publicado isso. É literalmente uma história da propaganda chinesa”, reagiu Isaac Stone Fish, colunista do Washington Post.

Após a intensa reação, a CNN mudou a manchete e editou o texto com o objetivo de demonstrar ceticismo com as alegações da China.

A nova manchete é: “A mídia estatal chinesa afirma que a marinha do país não é afetada pelo coronavírus”.


Fonte: Renova Mídia



Postar um comentário

0 Comentários