Covid-19: Dep. João Luiz cobra de instituições bancárias a adoção imediata de medidas de proteção a clientes

Por meio de requerimento, em tramitação na Assembleia Legislativa do Estado Amazonas (Aleam), o deputado estadual João Luiz (Republicanos) solicita das instituições bancárias a adoção, imediata, de medidas de proteção aos clientes e frequentadores amazonenses. O documento também será encaminhado ao Ministério Público do Estado (MP-AM), para que o órgão auxilie na implementação e fiscalização dessas medidas.

Nesta quinta-feira (16), durante a sessão virtual, o parlamentar afirmou que tem recebido, diariamente, vídeos com imagens das áreas externas de agências bancárias “hiperlotadas” no interior do Estado. “Humaitá, Uricurituba, Parintins, Itacoatiara, entre outros municípios, estão padecendo e tendo a saúde de sua população exposta durante o atendimento bancário. Já solicitei à nova superintendência da Caixa Econômica no Estado e a outros bancos providências quanto a essa questão, tudo para evitar aglomeração de pessoas, conforme recomendação da Organização Mundial de Saúde”, afirmou João Luiz, ao enfatizar que, no caso da Caixa, essa aglomeração se deve ao pagamento do benefício do Governo Federal.

“Sabemos a causa da lotação na área externa das agências, mas as mesmas têm de encontrar soluções para evitá-la. Agora, o que não pode, é ouvir dos funcionários dos bancos que a responsabilidade sobre o cliente é da porta para dentro da agência e não da porta para fora. Isso é uma questão de saúde pública, onde todos somos responsáveis. Por isso, estou solicitando a adoção imediata de medidas de proteção”, enfatizou o Republicano.

Na opinião de João Luiz, existem meios de evitar a aglomeração, como organização, orientação e parcerias com a Polícia Militar e a Fundação de Vigilância Sanitária (FVS). “Por meio do requerimento, estamos sugerindo, entre as medidas a serem adotadas pelos bancos, a marcação na área externa das agências bancárias, respeitando a distância devida entre as pessoas; a distribuição de senhas, o que limitaria o número de atendimento por horário; além da afiação de carros de som com informações e orientações para evitar aglomeração”, explicou.

Audiência pública

Ainda nesta quinta-feira (16), como presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (CDC/Aleam), João Luiz participou de uma audiência pública virtual, promovida pela Defensoria Pública do Estado (DPE-AM), onde foram discutidas a organização e a proteção dos consumidores nas filas de espera das instituições bancárias no Amazonas.


Foto: Mauro Smith



Postar um comentário

0 Comentários