‘Não farei live para ser censurado’, diz Gusttavo Lima

Apesar de ter sido muito elogiada por parte dos brasileiros, a última live do cantor Gusttavo Lima no YouTube entrou na mira das autoridades.

Na última terça-feira (14), o Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) abreiu representação ética contra as lives do sertanejo.

Em mensagem no Twitter, Gusttavo fez um desabafo, e anunciou o fim das transmissões ao vivo: “Acho que o grande segredo da live é tirar o lençol do fantasma. Acho que uma live engessada e politicamente correta não tem graça. O bom são as brincadeiras, a vontade, levar alegria alto astral para as pessoas que estão agoniadas nesse momento. Não farei live pra ser censurado.”

Ainda segundo o artista, as doações arrecadadas através da live já somam mais de 1 milhão de quilos de alimentos, 300 mil de álcool gel, 400 mil máscaras, 10 mil unidades de luvas, 200 matrículas em curso na área da saúde, 10 unidades de cúpulas de intubação, entre outras.


Fonte: Renova Mídia



Postar um comentário

0 Comentários